Cine Pizza

NOTA GERAL: 2.4/5

Rua Coronel Afonso Moura de Castro, 1965 (paralela à MG 030) – Nova Lima – MG | Tel: (31) 3581-7460

Localização e Ambiente: 3/5

A Cine Pizza é localizada na estrada para Nova Lima, um tanto quanto distante do centro de Belo Horizonte. Tal localização é ótima para os inúmeros moradores da redondeza e até para aquelas pessoas que gostam de uma sutil variação de ambientes de vez em quando. Sinalizado por um avantajado rolo de filme a casa não chama muita atenção como algumas outras da redondeza, mas certamente também não consegue ser ignorada. Com uma entrada espremida entre duas construções, localizada aos fundos do imóvel e num nível abaixo do da rua, o Cine Pizza tem ambientação num estilo muito semelhante ao de uma taverna. Sempre buscando defender seu conceito em todas as arestas, seja atribuindo nomes de filmes aos seus pratos, decorando suas paredes com cartazes ou até oferecendo àqueles mais cinéfilos um grande telão devidamente circundado de enormes puffes, perfeito para uma sessão antes ou depois da pizza, seu ambiente não muito refinado consegue se mostrar realmente confortável e aconchegante.

Atendimento: 2/5

O estabelecimento não estava cheio no momento de nossa visita, porém tivemos grandes dificuldades para sermos atendidos. As garçonetes pareciam distraídas, ou, ao contrário, atentas demais a outras coisas que não seus clientes, muitas vezes ignorando acenos vigorosos ou simplesmente se dedicando excessivamente aos afazeres não tão relevantes para o momento. As aparentemente cansadas atendentes não pareciam muito estimuladas a uma real interação com seus clientes, se privando completamente de uma possível sugestão, opinião, ou até um mero sorriso que tornasse nossa estadia mais amistosa, esfriando aquela sensação de aconchego passada pelo estabelecimento. Ainda assim o questionamento não fica apenas por conta de suas atendentes, afinal a casa também peca em escalar apenas duas funcionárias para atender suas numerosas mesas distribuídas em seus extensos ambientes. Ah sim, e por ultimo, a comunicação com a cozinha também não parecia das melhores, criando um intervalo que supera a marca de 30 minutos entre duas pizzas pedidas ao mesmo tempo.

Gastronomia: 2.4/5

A casa recheia sua carta com inúmeros sabores de pizza contemplados em várias páginas, resultando em ingredientes nem sempre tão frescos e combinações para todos os gostos. O Cine Pizza serve sua especialidade em apenas dois tamanhos, o brotinho, clássica pizza individual, e uma oferta com 25cm, tamanho geralmente suficiente para um, que aqui é descrito para dois.

Tapete vermelho (massa de pizza com azeite e sal grosso acompanhada de molhos): 2/5

Composta por uma massa completamente destemperada, o disco acabava dependendo fortemente de seus temperos ou, no caso, de seu sal grosso extremamente mal moído. Seu modo de preparo também era passível de questionamentos, sua massa não era previamente perfurada antes de ser assada, impedindo que durante seu preparo suas bolhas internas se dissipassem na atmosfera do forno. Por vezes esse acúmulo de ar dentro da massa gerava elevações em sua superfície, resultando numa descontinuidade no processo de assamento e até, em algumas partes superiores do disco, uma infeliz queimadura. A já solitária entradinha era então apenas acompanhada dos molhos já presentes na mesa, algo muito diferente da expectativa gerada pelo descritivo do prato e que, certamente, resulta num cliente decepcionado.

O auto da compadecida – Carne seca (molho de tomate, mussarela, catupiry com cebolinha): 2/5

Com a mesma massa fininha e completamente destemperada supracitada, a opção que leva em seu nome um excelente filme brasileiro tem início questionável. Recheada de uma carne seca gostosa, porém tão destemperada quanto sua massa, o conjunto avançada de maneira débil perante seus teóricos ingredientes muito presentes. Para completar este infeliz padrão que julgo ser a preferência da casa, seu catupiry mantinha um paladar fraco e uma qualidade contestável, se liquefazendo por demais depois de aquecido e, consequentemente, se tornando uma rala mistura por vezes ignorável. Servida com uma quantidade reduzida de mussarela o conjunto não conseguia qualquer destaque uma vez que nenhum de seus ingredientes conseguia atribuir qualquer relevância ao pedido.

Carlota joaquina – Portuguesa (molho de tomate, mussarela, presunto, calabresa, azeitona preta, cebola, ovo, pimentões e orégano): 3/5

Mantendo o mesmo padrão infeliz de massa, pouco queijo e recheios destemperados do exemplar anterior, nossa segunda opção conseguia um nível de destaque justamente por sua proporção de ingredientes extremamente incomum e, no entanto, formidável. O resultado aqui era muito diferente de sua meia irmã descrita acima, onde se de um lado a economia de queijo removia a possibilidade de se encontrar algum sal na pizza, de outro suas muito bem pontuadas calabresas eram o detalhe perfeito para se quebrar o padrão estabelecido pelo paladar pouco criativo do puro e simples presunto e queijo. E digo ainda mais, uma vez que sua textura tradicional de pizza era muito bem pontuada pelo aveludado especialíssimo da quantidade incomum de ovos dispostos sobre o disco, sua sensação final continuava pró à leveza dos pratos que, até então, a casa vinha se esforçando para manter.

O império do sol – Marguerita (molho de tomate, mussarela, rodelas de tomate, parmesão e manjericão): 1/5

Muito aquém do clássico, a pizza sem manjericão e com uma mussarela da casa não tinha nada além de um enorme pedaço de tomate para roubar a cena. Ok, eu entendo que podemos ver na foto a existência das famosas folhas sobre a pizza, e também não compreendo como seu gosto geralmente tão presente conseguia se tornar praticamente inexistente em suas fatias, porém, o fato era simples e direto, o paladar final do conjunto era apenas um combinado destemperado de massa, queijo e tomates. Talvez pelo tamanho exagerado dos pedaços da fruta em relação aos demais ingredientes seu paladar acabava por roubar a cena de seus parceiros, transformando o pedido num não muito bem executado clássico.

O último tango em Paris – Quatro queijos (molho de tomate, mussarela, parmesão, catupiry e gorgonzola): 4/5

Certamente a melhor das pizzas da noite. Ainda que levando em sua base a mesma massa questionável de suas parceiras, a pizza em questão era a primeira da família a compensar sua massa pouco elaborada com um conjunto realmente impactante de recheios. Sua pouco presente mussarela tinha o palanque conjugado com queijos mais reforçados que atribuíam ao conjunto aquele tom temperado que até então a casa não tivera interesse em mostrar. Recheada com poucas e espaçadas gotas de catupiry, detalhe que na realidade ajudavam a amenizar sua questionável qualidade, a pizza ganhava destaque pelo seus demais queijos, cuidadosamente ponderados, levantando os sabores finais do prato a níveis extremamente satisfatórios.

Custo Beneficio: 2/5

A pizza é pequena demais para ser dividida, resultando num valor mais elevado que o proposto pela casa. Com pizzas capazes de alimentar uma única pessoa na faixa de R$24,00, o Cine Pizza obtém um ticket médio sem bebidas alcoólicas de R$40. Um preço simplesmente elevado para um conjunto sem qualquer destaque verdadeiramente relevante em sua cozinha, atendimento ou ambientação.

Dicas:

Servindo uma pizza que não surpreende, a casa ganha destaque pelo seu ambiente intimista e sua possibilidade de eventos culturais. Que tal visitar o estabelecimento com um grupo de amigos, levar algum filme novo e assisti-lo enquanto se petisca algumas pizzas ou entradas? Mas não se esqueçam de ligar previamente e conferir a disponibilidade do projetor para uma muito divertida noite.

post and review by Eduardo Boaventura & Path Tôrres

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s