Duke’n’Duke

NOTA GERAL: 4.8/5

www.dukenduke.com.br
Rua Alagoas, 1470 – Savassi Belo Horizonte – MG | Tel: (31) 3264-9857

Localização e Ambiente: 5/5

O ambiente do Duke’n’Duke é definitivamente reduzido, com sua iluminação à meia luz e música boa, o restaurante mantém uma decoração de extremo bom gosto sem exageros. Internamente ele nada mais é que um corredor em “L” de apenas oito mesas e um balcão, onde são preparados os drinks (e também onde fica a espera em caso de lotação). Já onde ficam as mesas temos, de um lado, um longo sofá verde-exército com iluminação extremamente fraca proveniente de luminárias fixadas na parede, doutro mesas de madeira escura com luminárias distribuídas individualmente sobre cada uma das mesas. Externamente o Duke’n’Duke lembra uma casa antiga, pintada de um verde bem escuro com detalhes em preto e dourado. Ainda assim o ambiente é suficientemente discreto e só chama atenção pelo enorme segurança com cara de poucos amigos ao lado de uma frágil porta de vidro escurecido. A localização é ótima e possivelmente não se deve encontrar grandes dificuldades em parar o carro na porta, porém isso é apenas durante o período noturno, se você optar por um almoço provavelmente encontrará uma certa dor de cabeça até achar uma vaga.

Atendimento: 5/5

Com um atendimento rápido e atencioso o Duke’n’Duke consegue dar margem à personalização de pedidos e garantir uma atenção extra das funcionárias aos mínimos detalhes. Com um par de garçonetes muito bem dispostas em um ambiente extremamente pequeno, onde um restaurante normal escalaria meia garçonete (ou até menos), a casa mantém um relacionamento de primeira qualidade com seus clientes, tendo sempre alguém disponível para te atender a qualquer momento. A cozinha demora um pouco mais que o normal para o estilo de pratos servidos, e isso já é avisado nas próprias páginas do cardápio: “Nossos pratos levam em média trinta e cinco minutos no preparo. Obrigado.” Minutos que são facilmente sobrepostos já que o ambiente é sem dúvidas agradável e a casa disponibiliza inúmeras opções de bebidas, que são mais que o bastante para transformar essa experiência de espera em algo um tanto quanto agradável.

Gastronomia: 5/5

Para personalizar as opções do seu hambúrguer você pode optar pelo ponto da carne, tipo das batatas e o sal que as tempera. Fries são as famosas batatas fritas da vovó, artesanais, mais gordinhas e macias que o normal. Porém escolhemos em ambos os sanduíches as batatas no estilo chips, que são aquelas batatas fatiadas como o tradicional salgadinho e costumam ser bem mais crocantes. A escolha não decepcionou, já que seu ponto estava perfeito, bastante crocante por fora e com um leve macio no seu núcleo, mantendo ainda o gosto presente de uma batata que, por ser artesanal, não foi congelada. Uma boa surpresa foi descobrir que, o sal que as temperava, outro ponto de escolha, tinha seu gosto estupidamente suave e apenas dava um levíssimo toque, apimentado ou cítrico, no sabor do acompanhamento. Uma pena não disponibilizarem o tal sal nas mesas para que seja possível temperarmos ao gosto do freguês.

Duke burger w/ cheese (pão, hamburger, home sauce, queijo prato): 5/5

Ok! A carne artesanal do Duke’n’Duke é, sem sombra de dúvidas, maravilhosa. O hambúrguer veio bem temperado, com gosto de carne e no ponto perfeito. Apesar de simples, o chamado home sauce, composto de tomates picados temperados com alho e manjericão, acompanhava o conjunto com maestria dando outro nível de prazer com sua diferenciada textura e sabor presente. A fina (até de mais) fatia de queijo prato DE QUALIDADE completava o prato e deixava claro o intuito do estabelecimento, dar o devido enfoque ao sabor da sua carne, não tendo nenhum ingrediente que a sobressaísse, apenas a completasse. Outro feliz (e muito incomum) destaque foi para o pão de batata, que apesar de normal, tinha o exato tamanho do hambúrguer, deixando o prazer de cada mordida igualmente maravilhoso. O único defeito apresentado aqui foi que, externamente, o pão se encontrava um pouco molhado em sua parte inferior. Detalhe que não afetou em nada o prazer de degustar o sanduíche.

Armstrong’s (Louis) (pão, hamburger, home sauce, queijo prato, cebola roxa, alface americana, bacon): 5/5

Como pedimos o sanduíche sem salada, acabamos ficando com dois sanduíches praticamente idênticos. Sendo assim, para não me tornar repetitivo, considerem todos os elogios à cima e ignorem o defeito, já que nesse caso o pão estava perfeitamente seco. Ainda assim, a diferença entre os sanduíches foi uma agradável surpresa! Afinal, o bacon do Duke’n’Duke é, para a felicidade de todos, bacon de verdade. Convenhamos, nada como fartas fatias de bacon com gosto de bacon para agradar um verdadeiro fã de hambúrguer.

Rock Steady (fatias de rocambole com nutella e castanha de caju, duas bolas de sorvete de vanilla, laminas de morango ou kiwi, calda de chocolate e caramelo e castanha de caju moída): 5/5

As duas (que na verdade são quatro) bolas de sorvete são muito, muito, muito suaves. Assim é possível dar toda uma margem ao sabor dos outros elementos que compõem a sobremesa. A quantidade é bem elevada e é capaz de ser suficiente para até quatro pessoas. Na verdade, para esclarecer bem, o tal rocambole não passa de finas fatias de Nutella e castanhas e deveria se chamar carpaccio de Nutella. Problemas de nomenclatura à parte, suas finas fatias são ideais para se partir e combinam muito com tudo que vem acompanhando. O sabor forte da Nutella se mistura extremamente bem com às castanhas, que fornecem um agradável crocante nas mordidas, e têm o gosto devidamente suavizado pelo sorvete, além de ser eventualmente azedado por pedaços de morango.

Custo Beneficio: 4/5

O custo do Duke’n’Duke é sem duvidas elevado, porém continua sendo justo. Os hambúrgueres estão na faixa de R$23,00 o que é “normal” para as hamburguerias gourmet, porém aqui tal valor não é um valor que vem puramente agregado ao nome do local, é embasado também na qualidade do atendimento e dos ingredientes e também no cuidado do preparo de cada prato. Agora, tomem cuidado com o valor das bebidas alcoólicas para evitar possíveis desprazeres na hora da conta.

Dicas:

A casa é pequena e enche fácil, portanto chegue cedo ou se prepare para enfrentar alguma fila. Tome cuidado com as bebidas alcoólicas, que são extremamente caras, para não ter uma surpresa desagradável no final. Sua proposta não é ser a “lanchonete da moçada”. Prova disso é que a bebida chefe não é o milk-shake, é o chopp Guinness, que é encontrado em pouquíssimos lugares da cidade. A carta de bebidas na verdade é bem vasta, englobando cervejas, chopps, e spirits de todo tipo. É um lugar para ir com poucos e bons amigos para curtir a noite, a companhia e a comida de extrema qualidade.

post and review by Eduardo Boaventura & Path Tôrres
Anúncios

Uma resposta para “Duke’n’Duke

  1. Fui ao Duke ontem e comprei o Thelonious Monk (39,90) não é bom, muito pão para pouco recheio, e recheio sem sabor. Recomendo o Sinatra sabor espetacular (29,90).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s