Redentor Bar

NOTA GERAL: 3.9/5

 www.redentorbar.com.br
Rua Fernandes Tourinho, 500 – Savassi  Belo Horizonte – MG | Tel: (31) 3284-1175

Localização e Ambiente: 3/5

Estando muito bem localizado na esquina entre Fernandes Tourinho e Sergipe, o bar tem uma charmosa varanda e algumas mesas na rua que são uma simpatia. Seu acesso é fácil e não se deve encontrar dificuldade para se achar uma bela vaga, mas dependendo do horário nada que caminhar alguns metros não resolvam, ou aos mais impacientes, um serviço de manobristas. No geral seu design é bonitinho e antigo com elementos retrôs cariocas, remetendo se aos bares das novelas de época do Rio de Janeiro. Porém no caso da unidade visitada (Savassi) sua decoração já está ficando um pouco desleixada. Internamente o ambiente é um tanto quanto poluído, os ladrilhos estão em sua maioria quebrados, mal cuidados ou faltando e a logística das mesas, devido ao formato irregular do balcão, é péssima.

Atendimento: 5/5

O atendimento do Redentor é sem sombra de dúvidas um destaque, e não apenas pelo nosso garçom mas também por toda a equipe que faz parte do restaurante. A casa não estava à todo vapor mas se encontrava suficientemente cheia, ainda assim tudo foi muito rápido, muito eficaz e com extrema atenção. Nosso garçom propôs modificações maravilhosas em um dos pratos e deu ideias de acompanhamentos muito bem pontuadas. Isso é bom não apenas para nós clientes que nos sentimos queridos com tamanho tratamento personalístico, como também é bom para o próprio estabelecimento que ao invés de vender um único prato acaba abocanhando uma série de acompanhamentos e bebidas vinculadas à um único pedido, além de maior satisfação do cliente por comer combinações mais prazerosas.

Gastronomia: 3.7/5

O Redentor oferece comida à quilo durante o intervalo de almoço e à la carte na janta. Sendo assim, os pratos aqui citados são todos do menu noturno.

Filé mignon com molho de queijo: 5/5

Originalmente servido de forma separada, molho e filé, nos foi ofertado pelo garçom a opção de misturar e gratinar ambos os ingredientes. Acatamos imediatamente à ideia, e que boa ideia! A combinação estava muito gostosa e a carne no ponto correto, suculenta, macia e um pouquinho vermelha. O molho era feito de  gorgonzola, parmesão e provolone, sendo nem muito forte nem muito neutro, e estava num ponto cremoso e puxento, que fazia qualquer um salivar compulsivamente. O creme mágico de queijos dava água na boca especialmente quando misturado com a carne, retendo parte do seu sabor e fazendo com que, no final, lambêssemos a louça com lágrimas no rosto. Ah! As torradas com queijo, que pedimos à parte, estavam no ponto em que toda torrada deveria estar, e davam um toque crocante delicioso à mistura de carne e queijo, mas convenhamos, pão, vai bem com tudo. Uma pena serem relativamente poucas torradas.

Bolinhos de aipim (massa de mandioca com carne seca): 2/5

Servidos em quantidade certa para serem petiscados, os bolinhos de aipim do Redentor são definitivamente muito bem feitos, porém não tão bem apresentados. As bolinhas sambam no prato, e ficariam mais bem dispostas (e melhor ambientadas) num cestinho ou recipiente mais profundo. Detalhes visuais de lado, os bolinhos decepcionaram em parte porque seu recheio ainda estava um pouco frio quando nos foram servidos e em parte porque eram meros bolinhos congelados. Quando alguém vai em um restaurante, é de se esperar que anseiem por comidas artesanalmente feitas na hora, comida congelada se compra e come em casa. Ainda assim, eles combinavam muito com o limão servido, e também com a pimenta, que dava mais vida ao sabor suave da mandioca. A fritura estava no ponto ideal e a combinação de carne seca e mandioca (mineira infalível) estavam muito bem dosadas e temperadas, deixando o aperitivo saboroso e nada enjoativo.

Iscas de filé de frango (filé de frango ao creme de vinho branco, azeitonas pretas, tomates cereja e manjericão): 4/5

Como começar à falar deste prato? Bem, as azeitonas não eram pretas como prometido e o manjericão não chegou a existir, fatores importantes da combinação que provavelmente melhorariam drasticamente o conjunto do prato. O molho também poderia estar mais aveludado, pois veio com consistência muito líquida, e poderia ter o gosto do vinho um pouco mais suave. Mas ainda assim, porque apesar de tudo, eu dou um 4 para o prato? É um pouco complicado de explicar, mas quando molhei o meu pãozinho naquele molho e com meu garfo uni o frango, as azeitonas (erradas) e os tomates (magníficos), um novo nível de satisfação foi obtido. De fato existiu aqui um erro de execução que afetou negativamente o sabor do prato, mas ainda assim, o conjunto se comunicava com perfeição, era como se aqueles ingredientes tivessem sido feitos para ficarem eternamente juntos.

Custo Beneficio: 4/5

O Redentor é bom e acessível, seu ambiente é aconchegante porém não excepcional, e ainda assim mantém uma certa elegância. Seu atendimento é impecável e extremamente atencioso e sua comida, quando artesanal, uma delícia. Os pratos mais elaborados ficam na faixa de R$ 28,00 que, convenhamos, é um valor aceitável para a qualidade.

Dicas:

Experimentem as famosas empadas que saem sazonalmente. Dê preferência a pratos artesanais feitos na hora. Vá sozinho, acompanhado, com amigos, família, ou até mesmo para comemorar seu aniversário com um grupo maior. O redentor é ideal para qualquer ocasião e para qualquer pessoa.

post and review by Eduardo Boaventura & Path Tôrres
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s