Seu Jorge – Circuito Gastrô Pampulha 2011

CIRCUITO GASTRONÔMICO DA PAMPULHA 2011 – 2ª EDIÇÃO

Entre os dias 06 de setembro e 20 de novembro, a equipe do ONDEcomo cobrirá o Circuito Gastrô da Pampulha! Visitem o site regularmente para conferirem as revisões dos restaurantes participantes. Postaremos em um estilo de atualização exclusivo de circuitos e festivais sempre que visitarmos algum estabelecimento do Circuito. Caso você deseje que visitemos algum restaurante específico, deixe seu comentário ou mande um e-mail para nós no ondecomo@gmail.com!

NOTA GERAL: 4.0/5

Sobre o Seu Jorge:

O ambiente do Seu Jorge é bem simpático, típico de um bar carioca, correspondendo bem à defesa do lugar. Externamente o restaurante lembra uma casa antiga do Rio, com uma varandinha larga ao seu redor. Sua decoração é bonita e colorida, num estilo retrô bem bossa nova, com quadros e caricaturas nas paredes. Inicialmente o atendimento foi um pouco disperso (o ambiente é grande e segmentado demais para apenas 3 garçons), porém satisfez e muito nossas expectativas à medida que a noite foi evoluindo, sendo bem flexível, entendendo do cardápio, e mostrando extrema simpatia e educação durante todos os momentos. Aliás, vale ressaltar que o cardápio era muito bem feito, bonito, e caracterizava bem o lugar, sem, é claro, deixar de explicar bem os pratos e petiscos do estabelecimento.

Gastronomia:

O Seu Jorge não poupa esforços para agradar. A comida é muito bem preparada, extremamente farta, e com bons ingredientes. O cardápio confunde de tantas opções. São diversos petiscos, caldos, pratos a la carte, sobremesas, cervejas e chopps de vários tipos. Para o festival, o Seu Jorge foi bem flexível. Você deve consumir o Frango Especial “Seu Jorge” e o acompanhante pode escolher qualquer outro item do cardápio, seja ele mais caro ou mais barato (prevalecendo, é claro, o item de maior valor na cobrança).

Petiscos:

Frango Especial “Seu Jorge” (iscas de frango empanado com mel servido com molho): 5/5

O frango, muito bem empanado, sequinho e no tamanho correto, estava no tempero ideal. O mel, em pequena quantidade, que fora depositado sobre a carne temperava-a com maestria, deixando cada uma de suas iscas com um suavíssimo toque agridoce. Esse toque permitia ao frango ficar muito bem quando degustado puro e, é claro, melhor ainda quando extremamente bem acompanhado do molho barbecue servido à parte. Barbecue que, devo dizer, estava SENSACIONAL! Suave, bem ponderado, temperado com ervas (que deixavam apenas um agradável gosto residual na boca) e, obviamente, com gosto de carne.

Batata Frita “Seu Jorge” (batatas fritas com queijo, bacon e cebolinha): 3/5

As batatas estavam bem ponderadas e retinham o gosto simples de uma boa batata, ainda que sem sal algum e sem a prometida cebolinha. Os pedaços de bacon, todos muito bem fritos, vinham em grande quantidade estando presentes por todo o prato. O queijo, muito bem dosado, não deixava a batata empapada nem enjoativa, e dava todo um toque especial sem tirar o tradicional ponto firme de uma batata frita. Uma vez que devidamente salgadas, as batatinhas ficavam no ponto ideal para acompanhar bem ambas as carnes que pedimos, e caíam maravilhosamente bem quando molhadas no barbecue da casa.

Filezinho “Seu Jorge” (filet mignon com molho gorgonzola e cesta de parmesão com torradas): 4/5

O molho de gorgonzola, apesar de gostoso, estava mais para um creme de queijos do que para um molho propriamente dito. Ainda assim seu sabor era suave sem ser ignorável, dando textura e gosto às carnes devidamente embalsamadas nele. Suas torradas, visualmente impecáveis, estavam completamente murchas e ruins, estragando o sabor obtido pela carne. Problema resolvido ignorando completamente as torradas, e partindo para uma degustação apenas da carne e do molho. Aqui é importante pontuar que, sem sombra de dúvidas, o papel principal ficava mesmo aos cuidados do filet. Extremamente bem preparado, muito macio, muito temperado e fino como um carpaccio, a carne esbanjava sabor e se misturava com o molho numa proporção perfeita, deixando o prato muito satisfatório, apesar das torradas que voltaram para a cozinha praticamente como vieram.

Dicas:

Se você mora, estuda ou trabalha na região, aproveite qualquer tempinho livre e vá correndo ao Seu Jorge! O lugar é super agradável, com ótimo atendimento e comida muito saborosa. Além disso, não é um lugar nem perto de ser considerado caro, o Seu Jorge foi um dos poucos estabelecimentos que visitamos que serviu porções extremamente fartas sem se preocupar com o detalhe “promocional do festival”. Os petiscos custavam um valor mais do que justo (na faixa de R$17,00), principalmente se considerarmos a quantidade em que eram servidos.

post and review by Eduardo Boaventura e Path Tôrres 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s