L’entrecôte

NOTA GERAL: 4.1/5

www.gomiderestaurants.com/lentrecote/
Rua Marília de Dirceu, 116 – Lourdes – Belo Horizonte – MG | Tel: (31) 3275-0250

Localização e Ambiente: 5/5

O ambiente é muito elegante, bastante estreito porém longo, composto de mesas de 4 ou 2 pessoas. Uma das paredes é espelhada para ganho de profundidade, enquanto a outra é decorada com uma sequência de quadros, misturando fotografias, propagandas e desenhos. Existem muitas imagens da França ou de elementos típicos, deixando o lugar bem ambientado. A casa preza pela alta rotatividade nas mesas, tendo aquele estilo self-service chique para facilitar a limpeza do ambiente – forros de papel são dispostos sobre as toalhas brancas da mesa e trocados a cada câmbio de clientes. Os papéis servem também de rascunho para anotar o ponto da carne de cada um dos clientes, evitando perguntas que já foram feitas na hora de servirem os partos, além é claro de um possível erro entre os pratos da própria mesa.

Atendimento: 3/5

É levemente falho, ou melhor, foi inicialmente falho. O movimento era grande, a casa é nova e os garçons aparentavam estar bastante perdidos ou atordoados. Ainda assim nossa experiência não foi, no total, decepcionante. Primeiramente, fomos atendidos pelo gerente, que nos recebeu muito bem, e falou um pouco sobre a casa e seu “incomum” funcionamento. Depois dessa introdução, os erros começaram abruptamente. Nenhum dos garçons perguntou sobre as bebidas, nem demonstrou interesse nos pedidos. Ao servir a entrada, vieram somente 3 à nossa mesa (éramos 4), e creio que a última não teria vindo (quase quinze minutos depois) se não fosse a nossa insistência em pedí-la. Após alguns minutos dessa primeira péssima impressão tudo passou a fluir normalmente, o atendimento se transformou em algo extremamente simpático, e, inesperadamente, preocupado e atencioso se mantendo assim até o final.

Gastronomia: 4.3/5

A casa trabalha num regime bem peculiar. E por peculiar eu digo, com apenas uma entrada, um prato, e uma sobremesa. Citando o que está escrito em uma das paredes da casa “L’entrecôte et Frites tous les jours” (L’entrecôte com fritas todos os dias)! O estabelecimento escolhe pela maestria no seu único prato, fidelizando clientes que apreciam bons vinhos e um excelente prato, simples em seu conceito, mas redentor de pontos – como um molho – super especiais.

Entrada:

Salada Saison (alface, nozes, tomate cereja, rúcula, molho de iogurte e mostarda): 3/5

Gostosinha, com um molho suave e pouco enjoativo, e com um gostinho de limão bem ao fundo. Havia no prato abarrotado de plantas um pouco de tudo, mesclando muito bem os mais diversos sabores da extrema variedade de folhas ali dispostas. O prato saía de uma textura mais suave para algo mais pesado, e variava constantemente entre o azedo e o amargo. Apesar disso, não se vislumbrava qualquer tipo de diferenciação em especial, e tudo não passava de uma saladinha simples e bem feita que qualquer um poderia montar em casa sem muitas dificuldades. Ah, existe também a opção, num estilo de menu kids, de se substituir a salada por uma porção de batatas fritas idênticas às do entrecôte, que serão melhor descritas e comentadas abaixo.

Prato principal:

L’entrecôte com fritas: 5/5

Para o meu deleite, a casa se preocupa em fazer seu filho único com verdadeiro cuidado. A carne, que foi pedida ao ponto, veio ao ponto mesmo. Com uma crosta mais firme e temperada deliciosa, sem deixar de ter seu cerne ainda bem vermelho e suculento. O molho era pura alegria, digníssimo do prato, e trazia toda uma diferenciação quando comparado a qualquer outro molho frequentemente encontrado por aí.

O porquê? Principalmente, porque o tão aclamado molhinho secreto, não leva em seus ingredientes aquele que muitas vezes é utilizado como um coringa para mascarar a inaptidão gastronômica de seu desenvolvedor, o  creme de leite. O molho tinha gosto de carne de verdade, um leve toque de mostarda, pimentas e algumas ervas bem sutis que compunham um conjunto elegante e sem dúvidas, único. A batata? Um amor, perfeita, sem nenhum exemplar fora do padrão. Cremosa por dentro, crocante por fora, servida extremamente quente, e par perfeito para a carne simplificada. Em especial, quando devidamente besuntada no tal molho.

Sobremesa:

Mousse de chocolate: 4/5

O creme é simpaticamente servido na hora, direto de uma enorme tigela para seu prato, reforçando ainda mais a ideia de velocidade e rotatividade da casa. Ele era suave, delicioso, e, infelizmente, um pouco morno. Sua textura poderia se assemelhar mais às mousses e menos aos cremes, sendo mais durinho e aerado e numa temperatura mais apropriada, porém ele não decepciona ninguém como um creme.

Custo Benefício: 4/5

O valor é muito válido. O preço do prato único da casa aqui descrito (que já vem com a saladinha de entrada) é muito justo, principalmente se contarmos com a qualidade de tudo que é servido. A localização e o ambiente também agregam muito (a decoração a la bistrô é muito “classuda”), e, convenhamos, estamos falando do quarteirão mais caro de Belo Horizonte. Com essas considerações, o local tem excelente custo/benefício, além de oferecer o melhor do único prato que estrela seu cardápio.

Dicas:

Se disposto a gastar um valor mais elevado, desfrute da enorme quantidade de vinhos e cervejas da carta, que sem sombra de dúvidas vão muito bem com o prato. A frase: “L’entrecôte et Frites tous les jours” já descrita acima deixa claro a única opção de prato que você pode pedir, e é claro, se preferir, peça aos garçons para substituir sua salada pela simpática porçãozinha de batatas (única possível modificação do cardápio). Uma casa que sem sombra de dúvidas vale experimentar, e, certamente, repetir.

post and review by Eduardo Boaventura & Path Tôrres
Anúncios

3 Respostas para “L’entrecôte

  1. ola Eduardo, primeiramente foi um prazer recebe-lo, e préviamente quero parabenizar pelo blog, e agradecer por nos avaliar, é real e bem vindo todas as criticas e elogíos, como um bom profissional sou sempre ápto a toda avaliação isso é claro só me adere mais profissionalismo.
    quero pedir gentilmente e encarecidamente suas desculpas no atendemento inicial, mas sem nenhuma contestação, afinal vocês são nossos clientes e devemos concede-los sempre o melhor para que voltem, tivemos neste dia uma pequena falha, mas que já nos precavemos do mesmo. grato e voltem sempre. sou o garçon que os atendeu, infelizmente meu cumim auxiliar não me deu o devido suporte por isso a pequena falha, tenho 8 anos de experiencia, mas ainda assim continuo aprendendo e a cada dia tentando fazer o melhor, um grande abraço.

  2. Achei a proposta interessante, mas a realização nem tanto. O molho secreto estava um tanto insosso pro meu gosto, e bem diferente do tradicional servido em Paris. As batatas fritas pareciam serem congeladas.

  3. Diferente do Etrecote de paris, mas é apreciavel, também gostei muito do atendimento que foi o que nos deixou marcados com a simpatia do garcon, tenho á reclamar apenas da situação do banheiro que achei um tanto incomodo devido não ter um banheiro feminino, e sim um banheiro pequeno e que atende tanto homens como mulheres, talvez eles tenham que encontrar outro gerente, pois eu nunca vi um gerente tão chato com aquele sotaquezinho paulista irritante, e a sua cara amarrada que tem, e por incrivel que pareça tem um mal hálito que incomoda, só pra completar, somos apreciadores há anos e nunca vimos um gerente em lugar nenhum com mal hálito, é algo constrangedor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s