Outback Steakhouse

NOTA GERAL: 2.8/5

www.outback.com.br
Av. do Contorno 6061, loja 148 – Nível 1, Shopping Pátio Savassi – Savassi – Belo Horizonte – MG | Tel: (31) 3288-3168 

Localização e Ambiente: 4/5

Localizado dentro do Pátio Savassi, o Outback retém os privilégios e os infortúnios de estar em um shopping. Uma elevada facilidade de estacionamento, o constante fluxo de pessoas e a comodidade de se poder visitar a casa durante um dia de compras são algumas das vantagens de sua localização, porém, o local fica à mercê de horários de funcionamento restritos, o que pode ser (e acreditem, é) ruim para qualquer estabelecimento gastronômico. Transformando a casa numa caríssima opção para se alimentar e ir fazer outra coisa de sua noite, ao invés dela própria se tornar a atração principal notura dos belo horizontinos.

O Pátio Savassi é muito bem localizado, e é até mesmo possível de se encontrar vagas externas próximas, sem precisar se sentir obrigado a utilizar do seu estacionamento privativo. Com iluminação indireta, poucas cores – na maioria escuras -, lustres individuais e o abuso de madeira crua o lugar esbanja aconchego, conseguindo se distanciar bastante do padrão “paredes brancas” dos shoppings e ganhando todas as características das inúmeras franquias da casa ao redor do mundo. Sua decoração australiana é charmosa, porém faroeste por demais, reforçando o clichê australiano que a casa não tem vergonha de ostentar.

Atendimento: 2/5

O atendimento é simpático – finalmente – e atencioso, porém longe de bom. A casa fica extremamente cheia em alguns horários e extremamente vazia noutros, e o local não é fácil de transitar. Abarrotado de pilastras, divisórias e sofás, os atendentes tem que fazer um verdadeiro malabarismo para chegarem a todas as mesas. Com um ambiente pouco amigável para a tarefa, ser visto por um garçom pode ser um árduo, e frequentemente irritante, exercício. Fator que fica ainda pior já que o Outback, prezando pela exclusividade do seu atendimento, não permite que outro garçom que não o SEU te atenda. Ah sim! Além disso tudo, a casa não oferece mesas maiores para um grupo de clientes que não esteja completamente presente na hora de sua alocação, portanto, se você não estiver com todas as pessoas lá para ocuparem os respectivos lugares você não vai poder pegar uma mesa que acomode todas as pessoas num futuro próximo.

Gastronomia: 3/5

A culinária do Outback é bem fiel ao que promete, exagerando nos temperos (ou devo dizer num único tempero?) e nas quantidades. Dentre as opções, as estrelas do cardápio são as costelas e a famosa cebola empanada, que estão sempre figurando as inúmeras mesas do lugar. No mais, existem opções de massas, sanduíches, e carnes, além das lindas sobremesas.

Pão australiano: 3/5

O pãozinho, que geralmente é servido como cortesia pela casa, é bom, mas com algumas pontas soltas. Feito de cerveja e mel, ele compõe uma excelente entrada para o estilo rústico do interior australiano. De cheiro forte e massa macia, o pãozinho que poderia ficar um pouco mais no forno tinha uma leve casca um pouco mais crocante que seu cerne, conferindo uma agradável textura às mordidas. Mas nem tudo são flores, o creme amanteigado servido jundo da entrada tinha de manteiga apenas o nome, se tornando mais uma espuma de creme de leite do que qualquer outra coisa, e atrapalhando consideravelmente o sabor adocicado do pão que, certamente, combinaria excepcionalmente bem com um toque mais salgado e presente conferido pela manteiga.

Junior Ribs (meia-costela de porco grelhada, regada com molho Barbecue, servida com fritas): 3/5

Para os mais fracos a opção “junior” é uma ótima solução com uma quantidade mais humana de carne e batatas, permitindo que os clientes experimentem os sabores e temperos do Outback sem sair da casa com uma (frequente) sensação de extremo exagero. A carne da costela era muito boa, macia, presente e sempre desfiando nos cortes. O barbecue, que vinha em quantidade suficiente apenas para cobrir levemente a costela, estava doce por demais, mas – de certa forma – dosado idealmente para o exagero de pimenta do reino polvilhada sobre a carne, oferecendo um vestígio de contraste entre os sabores. A pimenta, devo ressaltar, era EXAGERADA em todos os pratos, inclusive na pobre batatinha que também estavam tostada demais e acompanhavam a carne. Não que eu não goste de pimenta, na verdade adoro, mas o fato é simples, cozinheiros medíocres se escondem atrás de exageradas porções de creme de leite e pimenta do reino em seus pratos, gerando uma combinação que normalmente pode até agradar ao paladar brasileiro, mas que mata o sabor dos ingredientes e atribui um gosto padrão aos pratos.

Alice Springs Chicken (Peito de frango grelhado coberto com bacon, champignon e queijos gratinados, temperado com o molho Honey Mustard, servido com Homemade Golden Potatoes): 2/5

Se o prato merece qualquer nota positiva é por causa da gigantesca batata “Golden” que estava sensacional, bem gordinha, bem feita, super macia e bastante quente. Ainda que, como todo o resto, ela estivesse carregada na pimenta, o fato é que as quantidades do tempero eram por demais inferiores (aceitáveis) do que no outro integrante do prato, o frango. Frango que estava duro, tinha todos os ingredientes amontoados no topo dificultando as garfadas e tinha um gosto residual que beirava o insuportável de tanta pimenta do reino, deixando o prato com um sabor massante e pra lá de enjoativo.

Chocolate Thunder from Down Under (Montagem de Brownie com sorvete de creme, coberta com calda de chocolate, chantilly e raspas de chocoolate): 4/5

Meu Deus outro prato gigante! O creme (chantilly) estava incrível, maravilhoso, suave, com uma textura aveludada, quase como um sorvete, sendo bastante diferente daqueles servidos pelos outros restaurantes da capital. O brownie estava ok, amargando um pouco o sabor do conjunto de forma negativa, e talvez pudesse estar mais fresco e molhado. O crocante das nozes ia muito bem com o conjunto, trazendo uma inesperada e agradável textura às mordidas. O contraponto de  quente e frio também existia, deixando o jogo de texturas e temperaturas elevados. Uma pena que a calda não mantinha o ritmo, parecendo muito um toddy morno absurdamente deslocado de seus companheiros.

Custo Benefício: 2/5

É um restaurante que é caro em seu conceito. O enorme ambiente, a decoração, o cardápio, é tudo uma superprodução que é refletida no bolso do cliente. Os pratos custam em média R$50, porém são grandes e podem ser divididos caso a fome não seja tanta. As sobremesas já não são tão caras, variando de R$10 a R$20. O chopp é absurdo, custando R$8,25 por 340ml de chopp brahma. No caso dos refrigerantes, vale a pena pedir o refil, pagando R$6,50 por tudo que você consegue beber.

Dicas:

Prove a cebola, que não foi comentada aqui, mas que merece um destaque especial. Das carnes, não tente inovar (é triste escrever isso), vá de costela. Já que a casa abusa por demais da pimenta do reino, e não tem muita criatividade ou qualidade especial em seus pratos de alto valor agregado, as opções acompanhadas de um molho de carne forte e adocicado (como o barbecue da costela) acabam criando um sabor do conjunto mais agradável. Ah! Independente do que você comer, peça uma das várias sobremesas oferecidas, com destaque para a Chocolate Thunder from Down Under (que comentamos logo a cima) ou para a Cinnamon Oblivion, que não falamos a respeito, mas também é um dos destaques da casa.

post and review by Eduardo Boaventura & Path Tôrres
Anúncios

Uma resposta para “Outback Steakhouse

  1. Não sei como é o Outback dai de Minas, mas o de SP, você pode comer todas as carnes que é bom demais. O ribs junior tem opção de outro tempero além do barbecue, melhor tu voltar lá e experimentar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s