Djalma Mercearia Gourmet

NOTA GERAL: 3.9/5

Rua Jornalista Djalma Andrade, 14/22 – Belvedere – Belo Horizonte – MG | Tel: (31) 2514-1400

Localização e Ambiente: 4/5

O Belvedere é um bairro muito nobre, com estabelecimentos imponentes e luxuosos, detalhe que acaba reduzindo significativamente seu número de bares. Por se tratar de um público de poder aquisitivo mais alto, o bairro é mais estrelado por restaurantes e grandes buffets, ao invés de botecos como o restante da cidade. O Djalma, nesse sentido, é um achado. Muitíssimo bem localizado, ao lado da Lagoa Seca, o bar tem qualidade e um ambiente por vezes mais requintado que o padrão, retendo suas características boêmias, porém nunca num estilo copo sujo. Seu ambiente então é simpático, bem decorado, com área externa e interna, e elementos de decoração muito elegantes no – já um pouco batido – modelo boteco carioca.

Atendimento: 4/5

Os garçons são simpáticos e solícitos. Estão sempre perambulando com chopps, cervejas e petiscos, mas ficam à disposição para atender a todos quando interceptados durante seu corriqueiro trajeto. É notável a preocupação da casa com o atendimento desde o primeiro momento em que se pisa no bar, quando algum dos atendentes tenta acomodar o cliente no estabelecimento que, acreditem, VIVE cheio. Outro interessante detalhe é a apresentação da casa, feita ainda pelo próprio garçom que lhe encaminhou até a mesa, mostrando um alegre identificador com o nome daquele supostamente eleito para atender a região de sua mesa. Uma iniciativa simples e criativa que instantaneamente cria um relacionamento mais intimo com seu garçom que é apresentado pela simpática plaquetinha por algum divertido apelido. Ainda assim, apesar da divisão geográfica de garçons, e da oportunidade de abertura mais intimista, a casa peca em não conseguir manter um atendimento constante, forçando muitas vezes (no nosso caso praticamente todas) que os clientes abordem qualquer garçom próximo para serem atendidos. Detalhe que, convenhamos, inutiliza as plaquinhas, mas felizmente agiliza o a tendimento.

Gastronomia: 4.3/5

O cardápio do Djalma se divide em petiscos e, principalmente, carnes. As opções destas são diversas, assim como são as guarnições que podem servir de coadjuvantes, acompanhando o prato num estilo mais “refeição principal” ou como um simples tira gosto ao lado de um belo chopp.

Bolinho de aipim com carne seca: 5/5

Uau! Um bolinho maravilhoso, com uma massa macia e um recheio ideal. O destaque então fica por conta da combinação entre o recheio, suave e na quantidade perfeita, e a massa, que ainda que não descrita, acredito levar em sua receita um pouco de catupiry. O resultado é um bolinho minimalista, de massa macia e agradável textura, num estilo que lembra e muito os deliciosos salgadinhos paulistas que infelizmente são tão incomuns aqui na capital mineira.

Burrata do bressane (queijo Burrata com tomate confit, creme de balsâmico e cesta de pães): 4/5

Boa, cremosa e na temperatura correta o belo prato lindamente decorado era definitivamente de encher os olhos. Ainda que seu tamanho reduzido crie um pequeno aperto no coração assim que este chega a mesa, o exemplar de burrata era satisfatório como poucos na cidade e definitivamente indicado para aqueles que, como eu, são apaixonados pela iguaria. Ah, e não vamos nos esquecer do pãozinho que acompanhava o queijo, fatiado no tamanho ideal extremamente bem aplicado junto da textura mais cremosa da burrata. Ainda assim nem tudo são flores, e a combinação com algum acompanhamento extra, como um presunto parma, não é um opcional direto da casa. Problema facilmente resolvido, com mais uma singela apunhalada na carteira, adicionando ao seu pedido algum dos itens da salumeria.

Salame italiano: 4/5

Ou, como já descrito, uma das possíveis soluções para a ausência de carne da Burrata. O prato era simpático, extremamente bem servido e tinha seu ingrediente principal, o salame, fatiado numa espessura tal que deixava seu sabor forte mais ameno, perfeito para ser temperado com algumas gotas do limão que o acompanhava. Ainda que sua combinação pura com os pães, que também acompanhavam o prato, possa não ser a melhor das opções, afinal o salame temperado com limão era definitivamente melhor degustado puro do que com esses, eles iam muito bem quando acompanhados da cremosidade da burrata.

Custo Benefício: 3/5

É um custo mais alto, o que já imaginávamos até mesmo graças ao bairro em que o estabelecimento se encontra. No entanto, não é um valor que choca, é apenas um número levemente acima da média. As porções são suficientes, existem inúmeras opções de carnes e acompanhamentos, e tudo isso pode ser dividido de 2 a 4 pessoas. O valor por pessoa pode ir de R$30 a R$60, claro que dependendo da quantidade de bebidas. No final, vale pela qualidade, atendimento e pelo momento de descontração.

Dicas:

Tudo que pedimos é recomendado. Acertamos de primeira nos itens citados, então assinamos embaixo. Ainda assim, o cuidado da casa com os pratos ficou claro, portanto, caso prefiram, experimentem as carnes, e não se esqueçam de escolher um bom acompanhamento para estas.

post and review by Eduardo Boaventura & Path Tôrres

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s