Almanaque Choperia

NOTA GERAL: 2.8/5

www.choperiaalmanaque.com.br
Rua Pium-í, 675 – Anchieta – Belo Horizonte – MG | Tel: (31) 3287-9044

Localização e Ambiente: 3/5

No meio do mundo de bares da Pium-í, o Almanaque tem uma fachada vasta e ganha destaque pelo seu tamanho. São dois andares e alguns níveis intermediários, num ambiente extremamente amplo que geralmente se encontra abarrotado de mesas e pessoas. A casa é dividida em enormes áreas, externas e internas, sem muita caracterização em sua divisão, todas focadas num estilo simples e eficiente muito utilizado nos bares mais simples da cidade, com sua mobília enxuta e bastante funcional. Como de praxe da região, estacionar certamente será difícil, já que o Almanaque se encontra bem no foco do caos, entre bares igualmente movimentados da rua. A dica então é chegar cedo e se contentar com uma vaga próxima, mas não na frente da casa, ou, para aqueles menos pacientes, utilizar de alguns dos vários estacionamentos da rua.

Atendimento: 2/5

Ficamos no andar superior, próximos à uma área com brinquedos infantis, que se encontravam fechados. Talvez pela localização afastada de nossa mesa, encontrar um garçom era uma aventura, que demorava alguns minutos desgastantes, resultando num atendimento lento e de pedidos gigantescos, afinal quem sabe quando ele voltaria à mesa novamente? Delongas à parte, os garçons eram simpáticos, porém a demanda era tal que eles não tinham muito tempo de interagir, já que o bar estava completamente lotado de pessoas sentadas, em pé, do lado de dentro e do lado de fora. A surpresa então, desta vez agradável, fica pela cozinha e pela memória destes que não erraram sequer uma vez os pedidos que eram feitos em massa.

Gastronomia: 3.0/5

O lugar é um buteco com pinta de chopperia, seu cardápio então, é elaborado no formato de petiscos, para uma ou várias pessoas. As opções são vastas e vão de sanduíches, chapas, carnes no quilo até, é claro, as tradicionais porções.

Queijo Pachá: 4/5

Um prato simples e frequente nas mesas dos bares verdadeiramente mineiros da capital. Sua casca era deliciosa, extremamente crocante mas ainda assim muito suave, sem apagar do conjunto o paladar do queijo. Queijo, que digo de passagem, ser igualmente delicioso, na temperatura certa, e frito durante o intervalo de tempo correto, evitando que este ficasse tostado por demais ou com seu cerne ainda morno. O resultado então é um prato nada enjoativo que, com seu tom salgado e sua bela textura, se tornava o acompanhamento perfeito para um chopp estupidamente gelado.

Almanaqueburger Filé (pão italiano, hambúrguer da casa, manteiga de tomate doce, parmesão e alface, acompanha fritas e molho barbecue): 3/5

Bom, primeiro os pontos positivos; seu hambúrguer caseiro era de extremo bom gostoso, tinha um toque de temperos diversos agradabilíssimo e a suposta manteiga de tomate doce lembrava um molho de pimentas não ardidas maravilhoso, sem que este se tornasse enjoativo ou deixasse aquele residual paladar na boca tão comum às manteigas, resultando num belo par para a carne bem temperada. Do outro lado no entanto, temos uma batata extremamente sem graça, um sanduíche servido numa temperatura extremamente questionável, um pão que jamais poderia ser taxado como fresco e, para nossa tristeza específica daquela noite, um barbecue sem muita solução.

Big Filé Almanaque: 2/5

Continuamos em nossa escala descendente temos uma carne macia mas muito pouco temperada, servida em conjunto com batatas abarrotadas excessivamente de queijo que, além de deixá-las empapadas, dificultava o trabalho de salgá-las na maneira ideal. O melhor da chapa então eram as cebolas que, quando preparadas junto da carne, sorveram satisfatoriamente bem seu caldo adquirindo um sabor final suave e extremamente agradável.

Custo Benefício: 3/5

As porções custam entre R$20 e R$40, e servem bem 3 ou 4 pessoas. Os sanduíches individuais têm valor semelhante, e vem acompanhados por batatas. O chopp tem preço justo, e combina realmente com tudo que é servido na casa. No final das contas, o ticket médio fica em R$30 a cabeça, fazendo-se justo e bem satisfatório.

Dicas:

Vá com amigos, num esquema de quanto mais melhor. Dividam pratos e petiscos, sempre acompanhadas por uma singela taça ou uma enorme caneca de chopp, aproveitando bastante sua noite. O lugar é bem badalado, então é uma ótima opção para aniversários e happy hours. Lembre-se de chegar fora dos horários de pico e de ir preferencialmente de táxi, não só pelo estacionamento mas também pelo fato de que é um lugar para se beber. Ah! E não se esqueçam de experimentar o queijo pachá!

post and review by Eduardo Boaventura & Path Tôrres
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s