Os melhores do Circuito de Cafeterias ’12

 
www.circuitodecafeterias.com.br

O circuito ainda não acabou, mas o ONDEcomo já foi conferir todas as cafeterias para recomendar a você as melhores dessa edição. Confira abaixo os grandes destaques do Circuito de Cafeterias 2012, e aproveite até o dia 24 de julho para degustá-los! Caso prefira, clique na aba Festivais 2012 para conferir esse e outros circuitos de BH.

Café Biografias

Rua da Bahia, 1148 – Lj 08 – Centro | Tel: (31) 3567-4651
www.cafebiografias.com.br

Café de coco (R$6,50): 5/5

Muito bonito e – surpreendam-se – completamente idêntico à foto. A barra de chocolate que vem cravada no café (e que já estava parcialmente submersa ao tirarmos a foto) era feita de um chocolate meio amargo muito gostoso, derretendo com facilidade num café servido de maneira ideal, ou seja, quente, mas sem queimar a língua. Seu gosto de café era presente e agradável, não chegando a ser forte ou enjoativo, e nem parcialmente ignorável como em quase todos os demais membros do circuito. Seu chocolate, quando derretido, adoçava simpaticamente a bebida e seu côco, apenas polvilhado sobre o drink, oferecia uma excelente textura que poderia ser ainda mais excepcional se utilizada de uma fruta ralada na hora, ao invés de sua versão industrializada e ressecada. Deixando de lado este suave deslize, que também pode ser interpretado como uma constante busca da perfeição deste que vos escreve, o café era completado com maestria por uma sutil porção de doce de leite que fechava as pontas deste minimalista, e ainda simples, café.

Fusión du Chocolat

Rua Angustura, 282 – Serra | Tel: (31) 3327-4428
www.fusionduchocolat.com.br

Brownie de Cappuccino (R$9,80): 5/5

Num tamanho ideal, vide as proporções e seus sabores muito bem compostos, a iguaria oferecida pela loja Fusión du Chocolat chega até a assombrar. O brownie é montado em 3 camadas, uma base de chocolate macia e aerada, com um toque suave de café e mínimos pedaços de noz, um recheio adocicado bastante sutil e infinitamente relevante, com um gostinho de baunilha e especiarias capaz de salivar até diabéticos e, para finalizar, um estilo de ganache bastante cremoso de chocolate muito, muito saboroso. O resultado então é óbvio, um sucesso absoluto daquele que se tornou minha opção preferida do circuito de 2012. A verdade é esmagadora, cada pontinha de sabor, por mais suave que esta fosse, completava maestralmente a outra. Desde o tão bem preparado chocolate amargo à textura aveludada do bolinho, tudo, e digo mesmo tudo, ali é o mais perfeito chamado para um verdadeiro pecado capital. Ah, é claro, e para completar a alegria e mostrar que a casa não poupa esforços para agradar seus clientes, ele vem acompanhado de um café espresso (Villa Café, o mesmo do IS Gourmet e da própria cafeteria que leva seu nome) e de uma dose de água gasosa, comumente bebido antes do café para limpar as papilas gustativas e aguçar o paladar.

Thé Caffe

Av. do Contorno, 6283 – Savassi | Tel: (31) 3654-0275
www.thecaffe.com.br

Mocha Oriente (R$10,30): 5/5

Ou, o delicioso leite do Oriente! O gosto de café era suave, assim como o cardamomo e também as especarias. Seu elegante sabor oriundo da mistura das três fazes da bebida era suave, porém com abertura suficiente para cada um dos integrantes da peça. Quando misturados, o gosto que ganhava destaque era o do leite, levemente temperado com uma pitada quase invisível de café, e formidavelmente adoçado por um mix de especiarias que recordavam muito um recheio de bombom de festa, o resultado então era, sem sombra de dúvidas, uma adocicada bebida, perfeita para uma manhã geladinha ou para os momentos finais do dia, exuberando um paladar único e, sem sombra de dúvidas, excepcional.

Vanilla Café

Avenida dos Andradas, 3000 – Lj. 3008 (Boulevard Shopping) – Santa Efigênia | Tel: (31) 2571-7274

Coconut Freddo (R$10,80) : 5/5

Ano passado o Vanilla apresentou aquele que, sem sombra de duvidas, foi meu café preferido do circuito, e este ano, ainda que com pequenos tropeços, a cafeteria continua mostrando o melhor de sua performance. Bom, começamos com o pé esquerdo, pois o gelo utilizado em seu preparo não se encontrava completamente triturado, gerando infelizes resquícios da iguaria que ocasionavam uma desagradável, e inesperada, textura extra ao café, como também por vezes, entupiam o canudo oferecido para deliciarmos a bebida. Deixando detalhes de sua fabricação de lado, saltamos para o paladar, e que paladar! Como no exemplar do ano passado, a cafeteria se destaca pelo seu creme único, de textura inigualável e sabor delicioso de baunilha, que completava formidavelmente bem o restante dos ingredientes. Seu gosto de café era beeeem suave, e sua essência de côco apenas sensível, sem exagerar em nada. O resultado então era uma bebida extremamente refrescante, adoçado exclusivamente pelo creme e pela essência, com sabor sutil de café e um gosto final que se aproximava mais de um verdadeiro drink de praia que de um exemplar de cafeteria. Ainda assim, definitivamente uma experiência interessante.

Café 3 Corações

Rua Antônio de Albuquerque, 489 – Savassi | Tel: (31) 3245-1189

Café robusto (R$11,00): 5/5

A simplicidade que agrada. Um café definitivamente gostoso, que era apresentado numa quantidade ideal (uma xícara de chá) e era uma espécie de café com leite que permitia um pezinho de alcoólico fascinante. Suas proporções eram boas, para não falar gratificantes, de forma a permitir qualquer um sentir todos os ingredientes individualmente, assim como prová-los juntos e mesclados numa bebida que, apesar de simples, é tudo que uma boa noite precisa. Outro ponto positivo foi sua temperatura, afinal o café veio quente, mas sem queimar a língua, mostrando uma das várias diferenças de um simples café para um café tirado por um bom barista. Para finalizar, seu creme era um simpático enfeite que ajudava a adoçar e esfriar o drink, e sua dosagem alcoólica era suave e ideal para apenas criar um agradável perfume.

IS Gourmet

Avenida Olegário Maciel, 1600 – Lj 23 (Diamond Mall) – Lourdes

Cappuccino gelado com ovomaltine (R$8,90) : 5/5

De fato o café oferecido pelo estabelecimento não era muito criativo, lembrando um pouco exemplares de alguns estabelecimentos do ano passado, mas os detalhes que o faziam brilhar aqui não eram da combinação sempre acertada de café e ovomaltine, e sim de sua simpática forma de preparo. O cappuccino foi servido geladinho, consagrando de forma presente seu saboroso café, suavizado na medida correta pelo leite e pelo delicioso creme, mas sem se tornar enjoativo ou padrão demais. Outro ponto de destaque foi a quantidade maravilhosa de ovomaltine que, também sem exageros, se tornava algo suficientemente presente para fornecer toques mágicos de sua textura e paladar definitivamente diferenciados.

Outro simpático ponto, que pode ser visto no canto da foto, era a linda xicarazinha de chocolate da Fusión du Chocolat (outro participante do Circuito). Servida junto do café seu chocolate derretia nas mãos, com um granulado ao leite mais leve e um tom cremoso por dentro e mais durinho por fora. Uma pena que a sensação passada pela fina casca era a de um chocolate bastante distinto do seu gosto original, possivelmente oriundo de um aquecimento exagerado que infelizmente ocasionou suaves queimaduras no material utilizado, modificando sutilmente (mas não de forma ignorável) seu sabor. Ainda assim, um simpático acompanhamento, que dava todo um charme visual à já estilosa bebida.

Naty’s Café & Gourmet

Avenida Prudente de Morais, 513 – Lj 10 – Cidade Jardim | Tel: (31) 2531-3689 | www.natyscafe.com.br

Moccha tropical (R$7,70) : 5/5


Saboroso e lindo! Com uma porção de expresso extremamente considerável para o aparente pequeno volume do café, a bebida pode, à primeira vista, amedrontar aqueles que gostam, mas não amam, a iguaria. Impressão que acaba ficando apenas na mente das pessoas, afinal, quando tal dose é misturada no inusitado creme/espuma de abacaxi, o resultado é um saboroso conjunto com uma elegante abertura do café para a fruta. Admito que sou fã de exemplares, e frequentemente os busco nas casas que visito, onde o café é naturalmente adoçado por algum outro ingrediente – nesse caso o abacaxi -, removendo completamente a necessidade de adição de açúcar e criando uma simpática combinação. Portanto é com um sorriso no rosto que digo: este é um exemplar onde tudo se encaixa maravilhosamente, do café muitíssimo bem adoçado pela fruta, sem se tornar por demais enjoativo, ao ainda sensível sabor de um grão de qualidade.

Confira todas as cafeterias participantes:

Parte 1 (Verdemar, Naty’s Café, Vianney, Café com Letras e California Coffee)

Parte 2 (Cappuccini, IS Gourmet, Mr. Black, Villa Café e Dia de Ler)

Parte 3 (Vanilla Café, Scada Café, Benzadeus, Mineiriana e Café 3 corações) 

Parte 4 (São Benedito, Benvenuto, Kahlua, Biografias e Fusión du Chocolat)

Parte 5 (Chocoleio, Sá Garcia, Café Book, Picaglia e Thé Caffe)

post and review by Eduardo Boaventura & Path Tôrres

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s