Est! Est!! Est!!!

NOTA GERAL: 2.2/5

Avenida Getúlio Vargas, 107  – Funcionários – Belo Horizonte – MG | Tel: (31) 2526-5852

Localização e Ambiente: 3/5

A grande casa italiana fica bem localizada, entre a Savassi e a Serra, em um espaço não muito tumultuado, porém ainda assim perto de tudo. Por esse motivo, estacionar não é tão difícil em finais de semana, não custando mais que uma voltinha pelas pequenas ruas adjacentes à avenida. Seu ambiente é introduzido por uma ampla escada (que costuma acumular os clientes em espera), seguida de uma arejada varanda dividida em dois níveis. Internamente, a casa é tradicional, dividida em cômodos de vários tamanhos que acomodavam desde os clientes até a cozinha e o balcão de bebidas. Sua decoração é simples e leve, sendo levemente imposta pela arquitetura clássica da casa, lembrando realmente uma fatia do interior da Itália. Os detalhes em pedra e cores claras eram despertados pelos quadros vivos e pelos inúmeros mapas do país europeu, indo desde a versão mais clássica da cartografia até um estilizado mosaico que emoldurava a entrada do restaurante.

Atendimento: 1/5

Uma bela e grande de decepção. A começar pela completa desorganização e falta de preparo para a demanda da casa. Chegamos ao restaurante e nos deparamos com uma grande fila de espera, porém ninguém para atende-la. A casa não tinha um anfitrião, e o gerente estava longe de ser presente o suficiente para atender a leva de clientes relativamente insatisfeitos com sua primeira impressão. Após certo vai e vem de pessoas que, em meio à presente desorganização da casa, simplesmente ocupavam mesas aparentemente livres ou aguardavam serem chamas pela ordem da lista, fomos alocados em um dos cômodos mais íntimos da casa. Cômodo, inclusive, que de tão longe do movimento padrão desta, também se encontrava longe da presença de qualquer atendente. O resultado então era simples: solicitações atendidas apenas com muito custo e demora, desde as mais simples (como desligar o ar condicionado) até os pedidos propriamente ditos. Do esforço para se realizar os pedidos até a certa infeliz tendência de seus atendentes em evitarem contato visual, para não serem cobrados (mais uma vez) pelas mesas na constante espera; a casa simplesmente não se comportava como um estabelecimento capaz de atender todas as mesas do estabelecimento. Por fim, uma impressão que não poderia ser pior, desde as pessoas perdidas esperando na entrada do estabelecimento até aqueles que, uma vez alocados, esperariam uma verdadeira infinidade pelos seus pratos.

Gastronomia: 2.4/5

A “autêntica cantina italiana”, como se intitula, tem um menu extenso com várias opções de massas e carnes, divididas, respectivamente, em primeiro e segundo passo, como é tradicional nos restaurantes da bota européia. Sazonalmente, há um menu degustação temático de alguma parte específica da Itália, com valor fechado (no dia de nossa visita) de R$87 por pessoa. As opções são ponderadas entre massas, risotos, carnes vermelhas, peixes, aves e é claro, uma bela variedade molhos.

Coperto Est! Est!! Est!!! (acompanha cesto de pães, pimentões vermelhos grelhados com molho de vinagre e anchovas, patê de azeitonas pretas, manteiga com ervas aromáticas): 2/5

Coperto Est! Est!! Est!!!

O decepcionante couvert, que em sua descrição prometia servir duas pessoas, não passava de uma amostra grátis bem distante de ser grátis. Constituída de cinco meias-fatias finíssimas de pão que a casa insiste nomear de “cesta de pães”, sabe se lá Deus porquê (já que não havia cesta e nem conteúdo para a mesma), um par de pastas, uma com base de azeitonas provavelmente comprada em supermercado e uma com base de pimentões que surpreendia positivamente, e ainda uma estranha porção descrita como manteiga. Deixando de lado seu patético volume, ainda temos de reconhecer a real baixa qualidade de seus pães e sua combinação com uma pouco elaborada trinca de molhos digna de pena. Ainda que a pasta de pimentões fosse realmente deliciosa, ela não poderia conquistar sozinha o prato, principalmente em sua pífia quantidade.

Risotto con Funghi e Salsiccia (Arroz carnaroli, manteiga, cogumelo, lingüiça de porco, parmesão): 4/5

Composto por um arroz bem preparado, no ponto ideal firme e ainda assim cremoso, o prato não poderia ser menos que reconfortante. Muitíssimo bem dosada de lingüiça e cogumelos, a combinação dava abertura correta ao paladar agradável do arroz e de seu queijo base, seu único e possível porém ficava por conta de seus sabores um pouco apagados demais. Talvez numa tentativa de se evitar o exagero a casa acabou desperdiçando a oportunidade de se utilizar parcialmente no arroz aquela clássica gordura desprendida da carne em seu preparo, assim como aquele insumo grosso do funghi, perdendo parte do sabor extra de seus ingrediente principais que certamente, acompanhariam muitíssimo bem o arroz. Ainda assim um prato de texturas deliciosamente complementares, com picos de firmeza da linguiça sendo atenuados pela leveza gelatinosa dos cogumelos e maciez ainda consistente do arroz bem feito.

Trota alla griglia (Truta inteira grelhada com especiarias): 2/5

Trota alla griglia

A truta era completamente desprovida de tempero, e, ainda que viesse recheada com limão e alecrim, eles serviam mais para atribuir cheiro ao ambiente do que paladar ao prato. A carne era simplesmente ordinária, e o peixe vinha com todos os espinhos, tornando a experiência de degusta-lo absurdamente custosa e entediante. O resultado então era semelhante ao de uma etapa de um trabalho em série taylorista, criando bocejos tanto pelo prato pouco elaborado quanto por seu desgastante trabalho de limpar a carne. Um clássico prato italiano que jogava fora a oportunidade de um excelente deleite gastronômico. Ah, sim! A truta vinha ainda acompanhada de duas porções extremamente mal servidas, uma composta por batatas murchas e sem graça e outra por uma formidável caponata (conserva de beringela, cebolas, azeitonas) muito bem feita e saborosa.

Fusili alla Silana (Fusili com guanciale artesanal, lingüiça, provolone, pecorino e pimenta dedo-de-moça): 3/5

Fusili (trocado por penne) alla Silana

Um dos pratos temporários do menu especial da casa (escritos no quadro negro da varanda de entrada). Tendo sua massa magicamente transformada em um penne, o que foi justificado pelo garçom como um estranho erro do chef, o prato iniciava tropeçando em sua própria descrição. Ainda assim, e supostos erros de lado, nosso mais novo penne se encontrava muito bem cozido, num ponto soberbo e devidamente acompanhado de um ótimo molho. Servido em quantidade ideal, mantendo o padrão dos demais pratos e fugindo do péssimo exemplo dado pela entrada, a combinação era reforçada por um excelente molho de tomates que conseguia agregar todas as unidades do penne sem se tornar por demais reforçado ou enjoativo. Seu defeito no entanto se mantinha em sua disparidade com o descritivo anunciado pelo cardápio, tendo início pelo parcialmente justificado fusilli que se tornou penne e finalizando pela nem um pouco explicada inexistência de ambos os queijos, além é claro da quase decorativa porção de lingüiça.

Pannacota: 1/5

Pannacota

Inicialmente, ao permitir ao cliente escolher qual o sabor que ele preferiria sua sobremesa, abacaxi ou laranja, a casa consegue até imprimir certa sazonalidade numa tão clássica sobremesa italiana. Estando então escolhida sua versão de laranja, fomos seguidos por aquilo que poderia ser nomeado como a primeira grande decepção do ano. Uma pannacota completamente sem gosto, sem graça, estupidamente amanteigada, enjoativa e finalmente, intragável! O semblante de sabor do prato era proveniente exclusivamente de uma estilosa fatia de algum tipo de laranja em compota e seu mínimo volume de calda, se mostrando na medida do possível gostosos. O problema, no entanto, era o pequeno creme disposto sobre eles, e aqui nomeado de pannacota, que em seu volume esmagadoramente superior, nada mais fazia que transformar cada garfada em uma desagradável experiência.

Custo Beneficio: 2/5

Os pratos variam de R$30 a R$60, dependendo de seus ingredientes. Seu volume é relativamente aceitável, com exceção de sua suposta entrada e sobremesa por volta de R$12 a unidade. O ticket médio então se estabelece naquele padrão de R$60 para uma refeição com sobremesas e entradas compartilhadas, e é claro, sem nenhum alcoólico. Um custo sutilmente elevado pela gastronomia apresentada, mas que jamais se tornaria justificado pelo padrão de atendimento e alto índice de desgaste com pequenos erros, deslizes e muita, muita demora.

Dicas:

Vá com a família e reserve. A casa ainda não tem tino para administrar a espera e, sinceramente, nada pior que o mal humor de esperar demais para comer. Evite as entradas e sobremesas se atentando apenas para seu principal passo de sua refeição, cheguem cedo e aproveitem ao máximo sua estadia que provavelmente será longa até demais.

post and review by Eduardo Boaventura & Path Tôrres
Anúncios

7 Respostas para “Est! Est!! Est!!!

  1. Olá meus caros. Pena que não gostaram da casa.
    Mas estamos trabalhando para melhorar!
    A equipe de salão esta mais treinada e algumas peças foram substituídas.
    Fico feliz que tenham gostado do molho (mesmo com MEU erro da massa), e sobre o risotto não entendi se elogiam ou criticam.
    Sobre as criticas mais serias:
    O Couvert foi reestruturado no preço e na descrição: Acompanha pão artesanal italiano. Mas o patê de azeitonas pretas não é comprado em supermercado, mas feito seguindo tradicional receita italiana (azeitonas, peperoncino e azeite, e mais nada)
    Sobre a quantidade, a escolha foi apresentar alguma coisa rápida, simples e que servisse para abrir o apetite.

    Sobre a truta, a proposta é apresentar pratos como são feitos na Itália: Trilha, Sardinhas, Trutas e outros peixes são grelhados inteiros, com muito menos sal que os brasileiros estão acostumados. Porem temos excelente azeite, sal de moinho e pimenta de moinho para que cada um ajuste seu tempero… exatamente como na Itália.

    A Pannacotta segue receita italiana, mas estamos sempre procurando melhores resultados, e por isso toda critica é positiva.
    Mas me surpreende a classificação de intragável. A mesma pannacotta serviu outras pessoas, entre elas vários italianos que a consideraram exatamente o que uma pannacotta deve ser.

    A proposta gastronomica é trazer pratos mais proximos dos seus originais. Realmente, alguns clientes brasileiros podem preferir pannacottas mais doces, e pratos mais salgados ou com mais alho, mas tentamos fazer o mais autentico possível.

    Espero que em uma segunda visita (se ocorrer) as más impressões sejam apagadas.
    Atenciosamente,

  2. Mais uma ressalva: O molho alla Silana tem quantidades de guanciale, linguiça e queijos proporcionais, que tornam o molho bem equilibrado. Não existe destaque para a linguiça ou para os queijos, que são incorporados ao molho dando sabor, mas não são identificáveis ao olho e muito discretos ao paladar, já que o que destaque do molho é seu equilíbrio entre os ingredientes.

  3. Gostei muito da casa. Eu e minha namorada comemos massa com um bom vinho e sobremesa e a conta deu 65 reais para cada! Achei muito mais justo que a maioria das casas da cidade!

  4. Olá meu amigo! Uma pergunta: você ja foi na Itália?

    Sinceramente, comemos a panacota que você chamou de intragável e ela é muito boa! Clássica panacota italiana: leve, sem muito açúcar, com uma calda equilibrada e simples!

  5. Acredito que tenhamos visitado casas diferentes!
    O atendimento não foi primoroso, mas nada diferente de todas as casas de BH! Ainda mais em seus primeiros passos!
    Com pratos diferentes dos citados mas percebi detalhes que não deixam duvida da qualidade da comida, O risoto, que realmente demorou 30 minutos, segundo um dos proprietários, era feito do começo! Imagino que por avisarem isso deve ser prática relativamente comum fazer um risoto base e apenas acrescentar os ingredientes. Pelo sabor, cor e tempo de preparo acredito que seja feito do começo realmente.
    Outra coisa que não concordo é com a opinião sobre preço! Ja fui em muitos restaurantes em BH, e achei o custo beneficio o mais justo. Preços de vinhos realmente animadores, e pratos com preços incríveis!
    Já li seu blog algumas vezes, e me surpreendeu a nota baixa! Outros com notas superiores podem até ter atendimento mais treinado, mas cobram preços aviltantes!!! E pelo menos os mais tradicionais fazem uma comida muito distante do que se come na Itália.
    Unica coisa que realmente não gostei foi a pouca opção de sobremesas. Mas a qualidade do sorvete compensa não ter outras opções feitas na casa!
    Abraços.
    Rafael.

  6. Particularmente encantei-em com a pannacota de laranja.

    Recentemente, pedi uma truta em outro restaurante europeu na cidade e quedo comentei com a proprietária que me dei mal com as espinhas ,explicou-me que a truta é servida assim mesmo, no pais dela. Em seguida demonstrou como se come. O que resta é aquela figura que se vê em desenho animado para os gatos!

    O couvert tem um preço incrível e se alguem segue tudo o que o cardápio oferece – couvert, entrada, primeiro e segundo prato, salada, sobremesa, café – o deles é ótimo – e licor feito artesanalmente lá, fica saciado.. È apenas um couvert!

  7. Experimentei uma massa à Carbonara e não gostei. Primeiro, a porção estava menor que a de minha amiga que pediu a matriciana. O meu estava muito salgada. Já experimentei em vários países, a última em Atenas, no Pesto. Estava maravilhosa como também em Paris, próximo ao Panteão, não me lembro o nome do restaurante. Garçon recolheu os pratos no final da refeição e não perguntou se queríamos sobremesa. Só nos atendeu quando por acaso olhou para nós. Pensei em dispensar a sobremesa mas como o prato foi fraco, pedi para compensar. Esta estava boa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s