Sorriso Risoteria – RW 2013, 1ª edição

Volta a cidade o festival democrático da gastronomia, o Restaurant Week! Entre os dias 25 de fevereiro e 10 de março, você poderá provar um menu degustação nos melhores restaurantes de BH por R$34,90 no almoço e R$47,90 no jantar! Para clientes Mastercard Black e Platinum, haverá uma pré-week, do dia 18 ao dia 24 de fevereiro. Faremos um estilo de postagem especial, como de costume durante festivais, e daremos as melhores dicas para que você saiba aonde ir durante essas semanas. Caso você deseje que visitemos algum restaurante específico do festival, deixe seu recado ou mande um e-mail para ondecomo@gmail.com, e não se esqueça de falar qual menu (noturno ou diurno) você gostaria que fosse avaliado.

NOTA GERAL: 3.8/5

Menu ALMOÇO

Sobre a Sorriso:

A Sorriso é uma simpática e compacta risoteria, no ponto mais babalado de Lourdes, muito bem decorada e com espaço muitíssimo bem aproveitado. Para o festival seu atendimento foi bom, porém nada excepcional, uma vez que a casa estava cheia e existia apenas um único garçom. Houve também certa excessiva demora para o prato final mostrando que, ou a casa não se preparou para o festival, ou esta acabou subestimando por demais o incremento da demanda criado por este. Já visitamos a casa em outras ocasiões, como você pode conferir aqui.

Gastronomia:

Obviamente, a Sorriso é especializada em risotos com os mais variados ingredientes. Serve algumas entradinhas e sobremesas diferenciadas, e recheia seus pratos principais de carnes, aves e peixes acompanhados dos mais clássicos aos mais exóticos risotos.

Entrada:

Bruschetta mediterrânea: 5/5

Bruschetta mediterrânea

Uma deliciosa brusqueta, com o pão em um ponto excelente, uma temperatura ótima e um recheio bem preparado. O mix de alcaparras, azeitonas e cogumelos trazia uma textura gelatinosa e geladinha maravilhosa, contrastada pelo ponto mais firme das mordidas do pão base. Seu único porém fica por conta de certo descaso com o sal, que apesar de não adicionado ao prato, se mostra muitíssimo presente devido à sua elevada quantidade de alcaparras e azeitonas. Ainda assim o resultado é surpreendente, de um pão firme e muito bem preparado ao recheio bem tratado e montado, uma entrada simples e não menos que excelente.

Gravlax com pérolas de shoyo: 3/5

Ainda que de combinação dúbia, o prato era justo. Seu belo carpaccio de salmão cru, que sinceramente me parecia apenas sutilmente assado, e não curado como é a teoria do prato, estava em um bom ponto, tinha um bom corte e uma novamente boa textura. A lâmina era acompanhada de uma enjoativa pasta com base de cream cheese e pérolas de soja, notem, s-o-j-a, e não do molho shoyu, como descrito. O resultado era ok, não atingindo nada além das expectativas, com uma combinação decepcionante e muito batida que tentava ser algo além da realidade.

Pratos principais:

Risoto de palmito com filé ao molho de mostardas em grãos: 3/5

Risoto de palmito com filé ao molho de mostardas em grãos

Acompanhado de uma carne muito boa, porém em pouca quantidade, o prato agradava mas não preenchia. O risoto estava no ponto certo, com o grão mais firme e o molho bem encorpado, porém um pouquinho ressecado, mas nada que atrapalhasse o conjunto. O arroz, que já não era muito, era então acompanhado de um único filé, que certamente poderia ser multiplicado por três para se tornar apenas satisfatório. Para completar, um creme de mostarda exageradamente enjoativo e forte, que apesar de se encaixar perfeitamente com a carne, não combinava tanto com o grão, tornando o prato apenas dentro da média, especialmente após o par de garfadas que consumiria toda a porção de boi reservada para este.

Risoto tailandês com frango e banana chips: 4/5

Risoto tailandês com frango e banana chips

O frango estava delicioso! A carne branquinha estava perfeitamente macia, e seu empanado era nada menos que perfeito, crocante, levíssimo e nada engordurado. O arroz novamente veio no ponto ideal, com toque firme e delicioso, porém ainda um pouquinho ressecado. A combinação do risoto e seu molho (talvez decepcionantemente picante para alguns) era formidável, indo muitíssimo bem com a carne. O porém aqui fica por conta do prometido chips de banana, que simplesmente inexistia em nosso prato.

Sobremesa:

Semifreddo de cumaru com dueto de caldas: 4/5

Semifreddo de cumaru com dueto de caldas

A surpreendente combinação merecia certo destaque. Primeiro porque seu semifredo, que geralmente não passa de uma fatia de uma torta com base de sorvete, era soberbo, com textura suave e extremamente aerado. Ainda que pessoalmente eu torça o nariz pela adição daquilo que eu acredito ser gelatina à massa, o resultado obtido aqui era simplesmente sensacional, conseguindo uma elegante fatia daquilo que poderia ser comparado a um excelente marshmallow. Tal base era perfeitamente combinada com ambas suas caldas, uma mais doce com sabor de açúcar queimado, e outra mais forte de chocolate levemente amargo.

Dicas:

A Sorriso serve risotos deliciosos para todos os gostos. Seu atendimento é cordial e a experiência no lugar geralmente é deliciosa. A casa é perfeita para se degustar um vinho numa das noites quentes da capital mineira, enquanto é claro caímos de boca em alguns dos seus saborosos risotos.

post and review by Eduardo Boaventura e Path Tôrres

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s