Dartagnan Bistrô – RW 2013, 1ª edição

Volta a cidade o festival democrático da gastronomia, o Restaurant Week! Entre os dias 25 de fevereiro e 10 de março, você poderá provar um menu degustação nos melhores restaurantes de BH por R$34,90 no almoço e R$47,90 no jantar! Para clientes Mastercard Black e Platinum, haverá uma pré-week, do dia 18 ao dia 24 de fevereiro. Faremos um estilo de postagem especial, como de costume durante festivais, e daremos as melhores dicas para que você saiba aonde ir durante essas semanas. Caso você deseje que visitemos algum restaurante específico do festival, deixe seu recado ou mande um e-mail para ondecomo@gmail.com, e não se esqueça de falar qual menu (noturno ou diurno) você gostaria que fosse avaliado.

NOTA GERAL: 4.6/5

Menu JANTAR

Sobre o Dartagnan

O simpaticíssimo bistrô fica localizado no meio da badalação de Lourdes, atrás de uma fachada discreta que esconde inúmeras delícias. Seu ambiente não poderia ser mais aconchegante, com mesas pequenas, confortáveis sofazinhos e uma decoração calorosa. Para completar, sua iluminação reduzida ainda torna a casa super romântica, sendo perfeita para uma excelente noite à dois. Conseguindo manter um atendimento que é tão simpático quanto a decoração, deixando seus clientes cada vez mais à vontade para se divertirem numa excelente experiência, a casa não é menos que soberba. Já fomos várias vezes ao Dartagnan, você pode conferir nossos comentários à respeito da localização, ambiente e atendimento clicando aqui.

Gastronomia:

O francês serve pratos bem variados, entre carnes, peixes e massas, sempre com ingredientes selecionadíssimos. Tem uma bela carta de vinhos e de sobremesas, formando um bistrô completo e delicioso!

Entrada:

Folhado de cogumelos: 4/5

Folhado de cogumelos

O simpático folhado era um quadradinho de massa recheado com cogumelos salteados deliciosos. Vinha acompanhado de uma humilde saladinha, que apesar de bela na composição do prato não agregava muito além de seu visual. Seu recheio, feito à partir de cogumelos frescos, estava muitíssimo bem preparado, dando uma segunda textura gelatinosa e macia à massa e um paladar sem igual. Ainda assim nem tudo são flores, sua massa folhada, apesar de gostosa, estava murcha e à temperatura ambiente, deixando claro que seu preparo, infelizmente, havia ocorrido há muito tempo.

Pratos principais:

Dourado grelhado ao molho de champanhe e caviar com arroz sete grãos: 5/5

Dourado grelhado ao molho de champanhe e caviar com arroz sete grãos

O peixe era delicioso! Branquinho, muito bem cortado e grelhado no ponto ideal, sem deixar a carne crua e nem tostada demais, o que desperdiçaria seu ponto indiscutivelmente maravilhoso. A carne vinha acompanhada de um molho simples e gostoso, bastante suave e lindamente contrastado pelo gosto mais presente e forte do caviar. Uma pena seu sabor, graças à reduzida quantidade das ovas, ser perceptível apenas em um belo par de garfadas. Para completar um não menos que sensacional arroz, naquele al dente perfeito para contrastar com a carne macia, quebrando a mais nítida linearidade do dourado.

Carne de panela com purê de batatas trufado: 4/5

Carne de panela com purê de batatas trufado

Com uma carne gostosa que desfiava ao menor toque do garfo e um tempero muito especial, o prato agradava até aqueles que buscavam uma invenção mais elaborada. Feita na panela e agregada ao molho desprendido durante seu cozimento, a carne era presente e extremamente suculenta, compondo muito bem a parceria com o purê de batatas mais cremoso e de sabor discreto. Purê, inclusive, com um adicional considerável de queijo, que trazia um toque mais salgadinho e ainda uma liga deliciosa. Para finalizar o deleite um trufado um pouco decepcionante, provavelmente proveniente apenas da adição de algum azeite trufado, e não do condimento em questão.

Sobremesas:

Mil-folhas de morango: 5/5

Mil-folhas de morango

Diferente da expectativa, a sobremesa não era feita de uma massa folhada encorpada, sendo na verdade composta de lâminas crocantes individualmente sobrepostas. Seu morango era servido em formato de calda, mas havia uma sensação de frescor à fruta, atribuíndo uma doçura especial ao conjunto. Para completar, uma camada de creme da Bavária que era simplesmente um deleite, deixando o conjunto por inteiro extremamente equilibrado entre o doce e o azedo, o macio e o crocante. Uma sobremesa surpreendente que, muito me satisfaria se tomasse parte no menu tradicional da casa.

Palha italiana: 5/5

A sobremesa que está sempre voltando para o week nunca decepciona. Feita a partir dum brigadeiro muito diferenciado, com um toque bem suave do chocolate, acrescido de biscoitos perfeitamente cortados, a clássica sobremesa brasileira do restaurant week deixa sempre o francês com uma sensação de quero mais. Vocês pode também conferir nossas primeiras impressões dessa sobremesa clicando aqui.

Dicas:

Vá correndo ao D’artagnan. O restaurante é sempre uma agradável surpresa, com pratos muito bem executados e um ambiente delicioso para qualquer tipo de ocasião.

post and review by Eduardo Boaventura e Path Tôrres

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s