Flores – RW 2014, 2ª edição

Voltou a BH, depois de copa e a tempo para as eleições, o delicioso Restaurant Week, democratizando a gastronomia, como sempre, e trazendo novidades. A edição contou com 52 restaurantes, que ofereceram cardápios de R$37,90 no almoço e R$49,90 no jantar, ambos válidos para o menu degustação de três partes: entrada, prato principal e sobremesa. Portanto, de 8 a 28 de setembro (lembrando que a primeira semana foi exclusivamente para clientes Mastercard Black e Platinum) foi possível conhecer algumas das melhores casas da cidade por um preço bem amigo! Ah, claro, devemos ressaltar que nesta edição a temática escolhida pelo festival foi a de Gastronomia Fusion.

Vale lembrar que de acordo com nossa recente entrevista com o adorável Fernando Reis, organizador do Restaurant Week Brasil, não é obrigatório que os restaurantes façam cardápios unicamente dentro do tema escolhido (até mesmo para manter o teor democrático do festival), porém ele serve para incentivar a criatividade dos donos e cozinheiros, mantendo o festival sempre novo e diferente. Para o festival nosso estilo de postagem é sempre mais resumido, para garantir dinamismo na cobertura. Caso tenham conhecido alguma casa e gostado (ou não) durante o Week, não deixe de comentar em nosso Facebook, aqui no blog, ou mesmo por e-mail, através do ondecomo@gmail.com. Estamos loucos para ouvir suas opiniões! 🙂

NOTA GERAL: 3.5/5

Menu JANTAR

Sobre o Flores:

A simpática casinha da Serra é um dos estabelecimentos que quase sempre visitamos durante o week. Com seu ambiente à meia-luz, rústico e romântico, é um excelente lugar para ir em família, e, claro, em casal. O atendimento é bom, tendo seus dias de altos e baixos, algo que ao longo dos anos vem decaindo consideravelmente na escala de qualidade proposta pelo restaurante em seus dias de debutante. Os garçons são educados e fazem o máximo para não invadir seu espaço, demonstrando por diversas vezes certa frieza e despreocupação. Sabemos que esse é o estilo que a casa vem cultivando nos últimos anos, mas vocês bem sabem que preferimos um atendimento mais arrojado, simpático e bem humorado. Para conferir todas nossas impressões sobre o Flores acumuladas em nossas diferentes visitas à casa, basta clicar aqui.

Gastronomia:

A casa é conhecida por trazer sabores variados e normalmente já trabalha com gastronomia fusion, tendo tudo para se dar super bem nessa edição do week (que levou a gastronomia fusion como sugestão de tema). Como falamos, sempre visitamos a casa pois é um dos destaques do festival, apresentando pratos bem elaborados com ingredientes muito bem selecionados. Esse ano, trouxe toques mineiros inesperados, entre alguns muito deliciosos.

Entrada:

Costelinha Suína com Barbecue Mineiro: 3/5

Costelinha Suína com Barbecue Mineiro

Uma entradinha que alimentava bem, deixando o estômago bem forrado para o próximo passo. As partes de costelinha que foram servidas eram pequenas, porém não pequenas o suficiente para serem comidas como tira-gosto, exigindo que fossem picadas com uma faca (ou mesmo com os dentes, se não for falta de educação comer com as mãos). Esse processo era um pouco “desprazeroso”, e se tornou ainda pior ao constatarmos que a carne estava dura e não descolava do osso com toda aquela facilidade esperada. Seu molho, que poderia tentar minimizar a decepção com a costela, tinha muito sabor de tomates e pouco de goiabada (o quitute que deveria tornar o barbecue “mineiro”), ficando bem dentro da escala da normalidade. A maior alegria do prato ficava então por conta da pimenta que, corretíssima, deixava tudo muito bem temperado.

Peixe do dia com Vegetais Grelhados e Pesto de Hortelã: 3/5

Peixe do dia com Vegetais Grelhados e Pesto de Hortelã

O prato era um grande pedaço de peixe que certamente extrapolava qualquer expectativa, elegantemente disposto sobre uma deliciosa cama de legumes. O peixe era gostosinho, bem suave e bem feito, com ponto macio e leve. Não tinha nenhum destaque especial, nenhum sabor afiado ou surpreendente, se tornando um bom peixe que poderia entregar mais. Mantendo o padrão aceitável de paladar não muito surpreendente, os legumes macios e um pouco além do ponto imprimiam um complemento apenas ok ao prato, especialmente quando considerado que estes foram cozidos sem a adição de um boa bocada de manteiga para aprumar os sabores. Ah, a quantidade do pesto infelizmente o tornava apenas decorativo, não conseguindo acompanhar mais de um par de garfadas do prato.

Medalhão de Filé com Batata e Alho Poró ao Molho de Vinho: 4/5

Medalhão de Filé com Batata e Alho Poró ao Molho de Vinho

O prato que mantinha um nível de simplicidade alarmante em seus preparos estava delicioso, com uma carne surpreendentemente boa, em um ponto excelente (bem douradinha por fora e muito macia por dentro) e uma grande quantidade de batatinhas para acompanhar. Mantendo o padrão e entregando exclusivamente o que fora prometido pelo nome do prato, o acompanhamento do filé aqui conseguia melhor destaque, especialmente por conta das deliciosas lascas de alho poró e de um molho suave porém marcante. Um prato bom que certamente poderia ser considerado uma versão gourmet de um menu kids.

Mousse de Mel com Pistaches: 4/5

Mousse de Mel com Pistaches

Aqui seu mel ficava apenas no descritivo da sobremesa. Seu gosto era tão, tão sutil, que só poderíamos sentí-lo sabendo que ele estava lá, tendo certeza de que havia uma grande contribuição psicológica na percepção desse sabor. A textura era boa, mas não era de mousse, já que não era nada aerada e estava bastante cremosa. O gosto, mesmo não sendo o prometido, era muito bom, e a combinação com os pistaches era infalível, principalmente quando mordíamos alguns exemplares mais salgadinhos que quebravam a monotonia adocicada da sobremesa.

Dicas:

O Flores que sempre fez bonito no week, nessa edição deixou a desejar. O menu não era ruim, de forma alguma, mas também não era nada pelo que se ajoelhar. A tal diferenciação que sempre nos trouxe de volta ao restaurante deu uma murchada, nos deixando um pouco menos esperançosos com relação à criatividade da casa.

post and review by Eduardo Boaventura e Path Aun Tôrres

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s