Lucy Sanduicheria

NOTA GERAL: 2.5/5

Avenida Uruguai, 746, Loja 4 – Sion  Belo Horizonte – MG | Tel: (31) 2535-3344

Localização e Ambiente: 3/5

Descobrimos há algum tempo uma nova sanduicheria em BH, em um ponto onde ficava uma locadora. Por esse motivo, a casa servia sandubas que levavam títulos dos clássicos do cinema, aproveitando a deixa para criar iguarias inspiradas em filmaços (ou filminhos). Esbanjando da defesa, a casa nutre suas redes sociais com dicas de filmes e acaba virando um refúgio dos famintos e cinéfilos. A pequena lojinha fica em uma parte mais residencial do Sion, porém em uma avenida bem movimentada, repleta de drogarias, supermercados e bancos. Estacionar é tranquilo à noite, porém durante o dia deve-se aceitar parar mais longe do estabelecimento, preferencialmente fora da avenida. Seu ambiente é simpático, com um estilo retrô, porém não tão temático quanto o cardápio e a defesa do estabelecimento. De um lado temos um longo sofá, que se alinha às mesas e mais cadeiras, e no final do estreito salão um balcão de onde são comandados os pedidos, suas paredes são adornadas em estilo armazém, com pratos e quadrinhos coloridos. Se até aí tudo funcionava relativamente bem em conjunto, a casa desandava mesmo em seu painel de azulejos super colorido e no assombroso fundo colorido das mesas, com desenhos de frutas que imediatamente remetiam à casas que especializadas nos famosos PFs.

Atendimento: 4/5

O atendimento era excelente, e era provavelmente o ponto mais forte da casa. As atendentes eram super solícitas, mega simpáticas e estavam sempre pertinho (o tamanho da casa favorece a intimidade, claro, porém queremos dizer que elas estavam sempre atentas aos clientes). Além disso, detinham conhecimento profundo do cardápio, sendo capazes de fazer indicações e opinar sobre qualquer item que escolhêssemos. Algo sempre bom de se vivenciar.

Gastronomia: 1.7/5

O menu da casa era interessante por dois motivos: primeiramente, mostra claramente que estamos falando de uma sanduicheria, e não de uma hamburgueria como tantas outras recentemente inauguradas. Em segundo lugar, ele apresentava opções realmente diversas, tendo na carta sanduíches com peixe, frango, carne, hambúrguer, camarão e até mesmo opções vegetarianas!

Pulp Fiction (pão de hambúrguer, hambúrguer de filé mignon, alface, tomate, queijo cheddar, tiras de bacon e batatas fritas): 2/5

Pulp Fiction

Começamos com o filme clássico que dá nome a um hambúrguer igualmente clássico. O tradicional burger vinha com um pão delicioso, fresco e bem macio. Seu bacon também estava ótimo, bem feito, crocante e salgadinho na medida. Para acompanhar, um queijo fundido sabor cheddar (que mais artificial impossível) oferecia sua textura cremosa e seu sabor forte ao todo. Tudo era então completado por uma carne infeliz, massuda e sem gosto. A saladinha era boa, e ajudava o sanduíche a ficar mais sequinho, já que bloqueava o líquido da carne de entrar em contato com o pão, evitando que este ficasse empapado e difícil de se segurar. Um resultado chato e bastante sem graça, trazendo batatinhas tão básicas quanto sua montagem.

Parente é serpente (linguiça no pão italiano com molho de tomate picante, acompanhado de onion rings): 2/5

Parente é serpente

Hum, uma opção interessante de montagem, trazendo a linguiça dentro de um pão italiano maravilhoso. Se seu pão merecia destaque, sua linguiça precisava de certa ajuda, já que novamente a carne da casa não tinha gosto, estava sem graça e era completamente sobreposta pelo forte molho de tomates. Molho que inclusive merecia certo valor pelo seu teor adoravelmente picante, mas que terminava enjoativo dentro do conjunto sem graça e ácido demais. Sabores a parte, já que estes por si só já poderiam ser considerados questionáveis, a quantidade de líquido da refeição não ajudava em nada o único membro deveras gostoso do conjunto, o pão. Esse, demasiadamente empapado, se transformava numa verdadeira massa de horror. Para acompanhar, essa opção não trazia batatinhas congeladas, mas sim anéis empanados de cebola. Se por um lado citados anéis combinavam muito melhor com a carne da linguiça e o molho forte de tomate, por outro o pouco cuidado da casa na confecção dos anéis era perturbador, oferecendo variados pedaços da planta:: de tamanhos, espessuras, empanados e tempo de fritura completamente diferentes uns dos outros.

Heróis da ressaca (empanado de peixe e chips na ciabatta com molho tártaro e shot de cerveja com batatas fritas): 1/5

Fish and chips

Outra ideia boa que pecou em alguns pontos. Quando vimos a ideia de colocar o tradicional inglês em uma ciabatta, tivemos aquela luz: como não pensamos nisso antes? Os ingleses fazem uma versão semelhante com vieiras que é ótima, então certamente esse prato tem tudo pra dar certo! Ok… não se deixe enganar pelos conceitos e pela nossa imaginação além da conta, o prato em si era um sanduíche de peixe acompanhado de batatas fritas, e não com as ditas dentro do seu preparo. Ah, e se lembram do shot de cerveja prometido no título? Ele nem deu as caras por ali, a não ser que esteja incluído no preparo do empanado.

Ainda assim, e devaneios à parte, o prato era ao mesmo tempo o melhor e o pior daquilo que nos foi apresentado pela casa. Seu peixe estava bom, bem feito, bem frito e, diferentemente de todas as outras carnes experimentadas até então, com gosto de fato, o que era maravilhoso para o conjunto. Para completar nossa felicidade seus palitinhos de amor vinham em demasia, como podem ver na foto, e recheavam muito bem o pão que também estava ótimo. Ok, até então tudo se movia maravilhosamente bem para o sucesso, mas qual é então o problema? O problema aqui era o famoso molho tártaro, que de gosto ácido e cheiro azedo bastante fortes – sabe aquele azedo característico de comida que não deveria mais ser considerada comida? – simplesmente deixava qualquer pessoa responsável com o pé atrás. O resultado era uma infeliz combinação que provavelmente seria reprovada em qualquer inspeção sanitária e que, consequentemente, matava tanto o sabor do sanduíche quanto o bem estar daquele que ousou pedir o prato.

Custo Beneficio: 2/5

Hum. Como falar do custo benefício de um lugar que apresenta tanto potencial e entrega tão pouco? Infelizmente, ficamos decepcionados com a Lucy. As expectativas eram altas, os sandubas eram criativos e bem servidos, mas falta critério na escolha dos ingredientes e cuidado na execução. Não houve nenhum erro grave, fora o molho que poderia ter causado uma intoxicação, mas sim um amontoado de pequenos errinhos e descuidos que acabaram ferindo nossa avaliação final. Os preços são bons como valores, mas ok pela entrega, ficando de R$20 a R$40, para sanduíches que de fato satisfazem.

Temos certeza que a casa consegue entregar algo de melhor qualidade para fazer do preço mais do que válido! Ah, lembrem-se que AQUI TEM CHEFS CLUB, o que deixa a conta bem mais gostosa.

chefs club

Dicas:

A Lucy definitivamente precisa de tempo e acompanhamento. Ela inaugurou em 2014 e ainda precisa de foco para atingir uma constância. Ficam nossos aplausos para a criatividade do cardápio e o atendimento impecável, além de nossa recomendação para o Milkshake de Pistache, uma opção gostosa, refrescante e com preço justo.

post and review by Eduardo Boaventura & Path Tôrres
Anúncios

Uma resposta para “Lucy Sanduicheria

  1. Prezada Patrícia e Prezado Eduardo,
    agradecemos a visita a Lucy e o feedback.
    Críticas construtivas são os melhores presentes que podemos receber, pois nos indicam possibilidade de melhoria.
    Atenciosamente,
    Equipe Lucy

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s