L’entrecôte de Paris

NOTA GERAL: 4.1/5

www.lentrecotedeparis.com.br
Rua Marília de Dirceu, 189 – Lourdes – Belo Horizonte – MG | Tel: (31) 3327-4959

chefs club

Localização e Ambiente: 5/5

“Opa! Mas vocês já não falaram do Entrecôte aqui no ONDEcomo?” Não, você não está ficando louco. Nós realmente já falamos do Entrecôte aqui (veja aqui e comprove sua lucidez), mas abriu um novo! Isso mesmo, outro restaurante com somente um prato, quase ao lado do primeiro. A rua Marília de Dirceu já é um clássico point de gastronomia, então não é de se surpreender que esse tenha sido o local escolhido para abrir o L’Entrecôte de Paris (sim, esse é o nome completo). O lugar é bem espaçoso, num estilo que não é tão beco (fino e comprido) quanto o outro. Em cada um dos lados vemos um sofá vermelho comprido, na frente do qual são colocadas as mesas com toalhas brancas. Durante o dia, cabe ao garçom escrever no papel que cobre a toalha quais são os pontos da carne de cada um (claro, sendo essa a única opção do cliente), porém à noite, isso é anotado juntamente com os pedidos, de uma forma mais elegante e discreta. A decoração é bem simples, com alguns pequenos quadros sobre uma fina prateleira que circunda a casa, espelhos retangulares, abajures de parede e um simpático bar ao fundo. Ah, lembre-se que estacionar nessa rua é sempre uma infelicidade (independente da hora), então veja se consegue uma carona ou prepare-se para uma boa caminhada.

Atendimento: 4/5

Com seus garçons bem treinados e redentores de uma boa dose de paciência, a casa cria um ambiente perfeito para que você curta sua estadia e experiência. Ainda que durante o almoço seu passo se modifique um pouco, aqui o objetivo é a liberdade de seus clientes, permitindo que eles demorem o tempo que acharem necessário em cada um de seus passos podendo repetir livremente os acompanhamentos servidos. Como não existe muita opção para variar no prato, eles estão sempre presentes sugerindo vinhos, outras bebidas ou acompanhamentos da casa, sendo sempre educados, sorridentes e nada invasivos.

Gastronomia: 3.8/5

A casa serve basicamente o clássico entrecôte com molho e fritas (nota mental: as batatinhas são à vontade, assim como o molho, então sinta-se em casa e peça mais batatas quando desejar!). Para entrada, já incluso dentro do pedido do prato principal, uma saladinha básica com um mix de folhas, tomatinhos, nozes e molho, além de algumas outras opções à parte como uma tábua de queijos ou o couvert. O porém do estabelecimento se dá justamente por conta das sobremesas, onde ele bota as asinhas de fora apresentando muitas, mas muitas opções.

Clássica salada com nozes: 4/5

Clássica salada com nozes

Muito bem servida, a saladinha é um ótimo começo para um almoço ou jantar tão farto. Suas folhas eram frescas, estavam crocantes e bem temperadinhas. Vinham em grande quantidade, com um toque do creme super bem vindo. Seu molho era simples e eficiente, suave e em quantidade ideal, com traços de queijo e mostarda. Adicionando uma textura rígida ao todo, um punhado de nozes realmente farto. No geral uma saladinha agradável, com tomatinhos lindos, bem cortados e em boa quantidade.

L’Entrecôte Classique (entrecôte servido com fritas à vontade e molho de mostarda dijon): 5/5

L'Entrecôte Classique

Cuidado, o prato vem pelando! Como vocês podem ver pela foto, o molho aqui não é como o do outro Entrecôte, composto de uma mistura de ervas e temperos fascinante. Ele é um molho de mostarda dijon, que, nossa, ficamos até sem palavras para explicar. As batatinhas (lembre-se, refil) estavam excepcionais, super crocantes e muito macias por dentro, trazendo uma sensação quase infantil de deleite. A carne, servida num ponto assustadoramente bom (pedimos ao ponto, e enquanto o cerne era rosado e suculento, o exterior era crocante e bem amarronzado… puro amor!), era como o esperado do corte, macia mas com certo toque al dente, servida já fatiada e com o belo molho amarelo por cima. Para o triunfo da casa, um molho de textura aveludada, com gosto presente de mostarda e carne que ressaltava tanto a sutileza das batatas como o sabor forte do bife, transformando a refeição em um verdadeiro delírio.

Crème brûlée: 3/5

Créme Brûlée

Pedimos dois clássicos franceses para encerrar de forma doce. Começamos pelo incrível crème brûlée, bem servido e montado. A sobremesa – que encanta não só pelo sabor, mas pela emoção de quebrar a crostinha -, era um bom exemplar, de boa textura e algumas infelicidades. Com uma crosta agradável que poderia sim ser ainda mais crocante, nossa primeira sobremesa era excitante mas não chegava lá, faltava alma, faltava alegria, faltava aquele poder tão característico dos doces que tanto amamos e, claro, faltava baunilha.

Mille feuilles Eiffel de doce de leite: 3/5

Mille feuilles

Pedimos essa maravilha, que veio super fofinha à mesa, dando até pena de destruí-la com os talheres. Ok, não precisamos de nem 2 segundos para superar essa tristeza e mergulhamos de cabeça na sobremesa. Montado a partir de uma massa verdadeiramente interessante e super crocante, o mil folhas em questão era elegante e visualmente perfeito. Em suas camadas um par de cremes, o primeiro, um creme de confeiteiro também sem baunilha, relativamente sem gosto e consequentemente sem graça. Enquanto isso, segunda camada era composta do mais puro e simples doce de leite de estilo uruguaio, forte, robusto e doce, muito doce. Se individualmente o conjunto poderia ir por água abaixo, juntos a mistura de sabores era maravilhosa, deixando uma lembrança muito agradável na boca, ainda que relativamente enjoativa.

Custo Benefício: 4/5

É um pouco mais caro que o outro Entrecôte, porém válido. O prato principal e a saladinha ficam em R$67, justo para batatas e molho infinitos e para o posicionamento do restaurante. Para o almoço, esse valor cai para R$54, também bastante interessante. As sobremesas ficam entre R$15 e R$25, valor bem normal para os padrões da atualidade. As bebidas – percebam como está ficando mais caro beber fora do que comer fora – eram bem salgadinhas, já que o suco só é servido em jarras, que ficam em torno dos R$14, e até as latinhas ficavam em R$6.

AQUI TEM CHEFSCLUB, que deixa a conta bem mais gostosa.

chefs club

Dicas:

Prove demais! No almoço ou no jantar, veja os dias do Chefsclub e corra para lá para provar do maravilhoso molho. Aproveite e escolha uma das mil sobremesas maravilhosas da casa, de deixar qualquer um babando e divirta-se.

post and review by Eduardo Boaventura & Path Aun Tôrres
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s