Os melhores do Restaurant Week 2016 – 1ª edição

De 11/04 a 01/05, aconteceu a primeira edição de 2016 do Restaurant Week BH!

Foram mais de 60 casas reunidas para trazer harmônicos menus compostos de entrada, prato principal e sobremesa por justos R$41,90 no almoço e R$51,90 no jantar (mais R$1 para ajudar uma instituição que, esse ano, foi uma clínica de reabilitação! Legal, né?).

O tema foi curioso, criativo e muito promissor: Clássicos com um toque brasileiro. Então, em meio dos vários beef bourguinons, brusquetas de carne seca e macarronadas, encontramos algumas pérolas (positivas, viu gente? Ninguém passou vergonha esse ano. Bom, talvez quase ninguém) que foram de abrir os olhos e molhar a boca. O Brasil trouxe incríveis agregadores de sabor e preparo às receitas tradicionais feitas ao redor do mundo, e o resultado foi bonito, colorido e bem temperadinho.

Esse ano foi o primeiro que contou com menu kids, uma opção não obrigatória, mas que facilitou para aqueles pais que querem ir e levar sua prole. Para completar, a reserva online através do The Fork foi mantida, o que deixou o planejamento dos almoços e jantares bem fácil e prático.

Nessa edição, provamos 10 lugares diferentes, totalizando mais de 50 pratos, entre entradas, pratos principais e sobremesas.

Aqui você confere o melhor dessa edição, aqueles restaurantes que brilharam na criatividade, na execução e nos deixaram querendo outro Week logo!

Confiram e já marquem com os amigos para conhecer as casas!:)

68 La Pizzeria

NOTA GERAL: 4.5/5

www.meiaoito.com.br | Rua Felipe dos Santos, 68 – Lourdes – Belo Horizonte – MG | Tel: 3291-7466

Foto Week!

Não teve pra mais ninguém. Bom, teve, mas a 68 trouxe uma experiência que nenhum outro restaurante chegou perto nessa edição. Ela trouxe um menu cuidadoso, dentro do tema e que ainda assim era a cara da casa. A pizzaria tradicional do Lourdes iniciava com a sua incrível Piedina, uma massinha leve e temperadinha de pizza, ou uma charmosa Brusqueta, muito recheada de um tomate fresquinho e maravilhoso. Para os pratos principais, trouxeram uma de nossas pizzas favoritas, a Brasileiríssima, com carne de sol, azeitonas e cebola. Ou, para quem prefere o lado trattoria da casa, um bom Penne com linguiça toscana. Encerraram com nada menos que duas das melhores sobremesas que já provamos no Week: um Tiramisu perfeito, e um Semifreddo que – só pela foto – dispensa explicações. Enfim, Brasil, Itália e um grande U-A-U para definir aquele menu.

Confira nossa visita à casa durante o festival.

Djalma Mercearia

NOTA GERAL: 4.0/5

www.djalmamercearia.com.br | Rua Jornalista Djalma Andrade,  14 – Belvedere – Belo Horizonte – MG | Tel: (31) 2514-1400

Brusqueta do chef

O espaço gostoso do Belvedere se transformou em uma das casas mais tentadoras nesse Week. Seu espaço, informal e discreto, acabava por esconder todas os maravilhosos itens que encontramos naquele menu. Como o estilo já é bem abrasileirado, o esquema era transformar alguns pratos em clássicos e deixar tudo bem formatado para o festival.

Assim como a 68, eles começaram com Brusquetas, trazendo dois sabores bem distantes mas bem complementares. A outra opção era um Ceviche também delicioso, com grandes fatias de chips de batata doce que não só traziam um crocante (como o pão das brusquetas), mas também quebravam o cítrico com seu sabor adocicado. Para rechear, Lombo e Tropeirinho, uma combinação matadora que estava executada à perfeição. O ovinho, os torresmos, os temperos, tudo, tudo, tudo, fazia com que você praticamente ajoelhasse para comer. Pena o outro prato não ser tão premiado assim.

Para encerrar, uma Mousse bem chocolatuda, com morangos, uma calda suave e uma camada suave de côco ralado. Um menu conciso, gostoso e cheio de amor.

Confira nossa visita à casa durante o festival.

Hermengarda

NOTA GERAL: 3.8/5

www.hermengarda.com.br | Rua Outono, 314 – Carmo – Belo Horizonte – MG | Tel: (31) 3225-3268

Mousse de coco com baba de moça

Por fim, um dos nossos favoritos da cidade voltou aos seus bons tempos (não que tenha ficado ruim, JAMAIS, mas em alguns Weeks a casa não mostrou a criatividade de outrora) e trouxe um menu arrebatador. Como o tema Clássicos com Toque Brasileiro é nada menos que a assinatura da casa, é claro que o chef Guilherme não poupou esforços para mostrar toda a personalidade do Hermengarda.

Para começar, um Escondidinho de mandioca, carne de sol e moranga, quentinho, equilibrado e com sabores bastante presentes ou, quem sabe, para os mais ousados, uma Salada de feijão com bacalhau, uma combinação estranha – que a casa já usou outras vezes – e surpreendentemente boa. Para os pratos principais, Escalope ao molho de jabuticaba e batata gratinada, um clássico com execução perfeita e um molho adocicado que elevava o nível de tudo e um ótimo Ravióli de batata doce que estava delicioso em todos os pequenos detalhes, passando somente um pouco do nível aceitável de doce e transformando-se em… doce.

Para fechar com chave de ouro, a foto que ilustra esse post: uma Sopa de frutas com sorvete de tapioca e pralinês, uma sobremesa tão surpreendente e simbólica, que faria com que qualquer pessoa que não conhecesse o Hermengarda o entendesse subitamente. A outra opção era a Mousse de côco com baba de moça que, apesar de gostosa, não envolvia o coração como a sopinha incrível. Um menu que, mesmo em terceiro nessa edição, era digno de palmas.

Confira nossa visita à casa durante o festival.

post & review by Eduardo Boaventura e Path Aun Tôrres

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s