Me Gusta – RW 2016, 2ª edição

NOTA DO JANTAR: 3.8/5

Sobre o Me Gusta:

O Me Gusta já está estabelecido há um tempinho no entorno da Lagoa Seca, no bairro Belvedere, e até hoje não conseguimos visitá-lo (acho que sempre acabamos entrando no Taika, que é logo ao lado, rs). Seu apelo é mais fitness, com várias opções de sucos, almoço executivo e pratos bem lights. Tudo a ver com quem corre e caminha por ali. 🙂

Sua decoração é simples e simpática, com paredes revestidas em tábuas claras, quadros negros com sugestões e menus diários, mesinhas amarelas (como é a identidade da casa), um longo balcão para bebidas e pedidos mais rápidos, um sofá incorporado à parede, compondo os assentos das mesas do lado esquerdo, e um fundo listradinho, para dar uma alegrada no ambiente. Nossa visita foi realizada num momento de baixissimo movimento, o que facilita mas não tira o mérito de um atendimento primoroso e muito, mas muito atencioso, com garçons sempre preocupados em saber se você está satisfeito e se eles podem melhorar sua experiência.

Gastronomia:

Como falamos, o Me Gusta é focado em uma gastronomia mais saudável, com muitos sucos e pratos mais lights. Para o Week, trouxeram opções de carne branca e vermelha, cogumelos, purês bem divertidos e até mesmo uma salada de frutas como sobremesa.

Entradas:

Trifolato de cogumelos – acompanha pães (cogumelos Paris, Shitake, Porcinni): 4/5

trifolato-de-cogumelos

A delicinha já começa logo na entrada. O simpático potinho veio com um combinado de cogumelos super gostosos, um creme ótimo, aveludado, leve e com sabor bastante pontual do fungo. As torradinhas não eram temperadas, mas eram finas e extremamente crocantes, combinando super bem com o creme. Enfim, uma excelente combinação de sabores e texturas, lacrando logo no começo do menu.

Corneto de camarão em cama de purê de manjericão: 3/5

corneto-de-camarao

Os canudinhos maravilhosos de frutos do mar eram crocantinhos e montados na hora. Seu recheio era feito de um creme de camarões, deitado sobre um purê de batatas temperado com um pouco de manjericão. O creme era super gostoso, com gosto bem presente de camarões e pedaços bem saborosos e ternudos do mesmo. Pessoalmente, gostaríamos que houvesse mais manjericão e que o prato viesse sutilmente mais quente, mas ainda assim era excelente, novamente com texturas e sabores complementares e uma boa luta de paladares.

Pratos principais:

Tornedor de Filet Mignon ao marrom Glacê com purê de raízes: 5/5

tornedor-de-filet-mignon

Lembrar desse prato já dá água na boca. E uma vontade louca de correr no Me Gusta de novo. O ponto da carne era perfeito, a peça era excelente em tamanho, altura e textura, mostrando-se macia, suave e suculenta em toda a degustação. O purê era DE BABAR. Sua base de batata baroa trazia um adocicado suave, além de conter bastante incremento de ervas, que combinava muitíssimo bem com a carne e com o molho do prato, extremamente adocicado graças à sua base de de batata doce. Um prato com equilíbrio incrível e execução impecável.

Peixe branco em crosta de castanha cumaru, com molho rústico de tomate e purê de banana da terra: 3/5

peixe-branco-em-crosta-de-castanha

Um prato mais magrinho e também muito saboroso. O peixe estava bom, porém fora do ponto (cof cof, ponto clássico de tilápia congelada). Sua crosta de castanhas era ótima e o molho rústico de tomates era bem gostoso, criando um crocante e uma combinação sempre vencedora com o pescado. Para completar, um purê com bananas (que não tinha tanto gosto da banana da terra, por isso dizemos que ele não é de banana) temperado na canela. Essa última gerava um resultado inicialmente extranho, mas que com o tempo se tornava intrigantemente saboroso. Vale notar, no entanto, que seria melhor se houvesse menos da especiaria do que foi dosado, já que era importante ela estar lá – mas prejudicar os outros focos do prato.

Sobremesas:

Parfait de chocolate com creme de Anglaise: 3/5

parfait-de-chocolate

O parfait de chocolate era bom, com sabor suave de chocolatinho e uma textura bem levinha que lembrava sim um parfait. Para temperar, um creme inglês gostoso, mas com gosto de ovo (não nos levem a mal, sabemos que isso é esperado). Uma opção simples de sobremesa bastante segura, mas que sinceramente não mostrava nada da casa ou de seu conceito mais saudável.

Salada de frutas assadas com calda de Mel e Gengibre e sorvete de creme: 5/5

salada-de-frutas-assadas

GENTE! Que surpresa boa! Pedimos essa sobremesa nos sentindo aqueles tios fit que pedem frutas depois do almoço, mas ficamos positivamente surpreendidos! Uau, as frutas estavam ótimas, bem quentinhas e muito bem ponderadas entre o doce e o azedinho de cada uma. Para decorar, uma bola de um bom sorvete de creme que não havia descongelado durante seu armazenamento. Tudo era leve, refrescante e super saboroso. Uma opção que surpreende até os mais incrédulos e, porque não dizer: um primor de sobremesa!

Dicas:

VÁ VÁ VÁ! O Me Gusta é uma delícia, e ficamos muito positivamente impressionados com o menu do Week. Prove, por favor, o tornedor com seu incrível purê de raízes e também a salada de frutas assadas. E corra antes que o Week acabe e você fique sem isso tudo!

post and review by Eduardo Boaventura e Path Aun Tôrres

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s