Cantina Piacenza – RW 2016, 2ª edição

NOTA DO ALMOÇO: 3.9/5

Sobre a Cantina Piacenza:

A cantina mais gostosa da cidade sempre marca presença no Week. E sabem o que é o mais legal? Ela consegue manter sua identidade, sendo ainda fiel ao tema do Week, sem economizar e com opções sempre muito coesas! Já falamos muito dessa casinha simpática em Lourdes, então veja mais comentários aqui.

Gastronomia:

O espaço italiano tem várias opções de massas super interessantes, bons pratos, saladas, entradas e sobremesas, tudo bem típico do país da bota. Para o Week, conferimos entradas bastante fit, massinhas deliciosas artesanais e sobremesas tentadoras!

Entradas:

Salada Verde com Lascas de Parmesão, Croutons e Molho de Limão: 4/5

salada

A saladinha clássica da casa é sempre boa! Tem folhas bem selecionadas, verdinhas, fresquinhas e crocantes. Para melhorar o espectro crocante das texturas, cubinhos de pão também ótimos e sutilmente temperados e, a cereja do bolo: um molho sutil e levemente adocicado no mel, que transforma tudo numa verdadeira combinação de sucesso – especialmente quando temperada com algum dos azeites especiais da casa, como o de carvão. Ah sim, não vamos esquecer do tom salgado que contrapõe o molho, feito por nossas amadas lascas de parmesão. Uma delicinha!

Salada de Quinoa com bacalhau Desfiado, Alecrim e Pesto de Azeitona: 4/5

quinoa

Super simpática, a entrada vinha em uma latinha de sardinha, com bastante quinoa e também bastante bacalhau! Sem economias nos protagonistas, a casa continua a festa com um bem ponderado pesto de azeitonas pretas deliciosas. Ok, vamos admitir que dá sim uma super vontade de pedir uma quantidade extra do temperinho, mas vamos tentar nos conter. Para completar, um pouquinho de alecrim que não era só decorativo, conseguindo incrementar a entradinha com um frescor sem igual.

Pratos principais:

Fagotini de Batata com Alecrim ao Ragu de Ossobuco: 4/5

carne

Achamos que a massa era feita de batatas (um estilo nhoque, sei lá), mas a verdade é que ela era recheada de batatas! O interessante e diferente prato mantinha o padrão das coisas que levam batatas se mostrando incrível, especialmente quando acompanhados do ótimo bechamel da casa e de uma linda coroa de carne de panela. Novamente um prato que realça a especialidade da casa, se mostrando extremamente simples e maravilhoso.

Rondeli de Damasco ao Molho Bechamel e Semente de Papoula: 3/5

queijo

O menorzinho dos pratos era esse rondeli. Uma delícia, mas quase uma entradinha. Seu recheio de damasco era leve, com uma textura ótima e um sabor suave que ia de encontro ao sutil bechamel. Como sempre simples, muito eficaz e, claro, delicioso, mas que aqui criava um tom sobre tom um tanto quanto entediante ao longo das poucas mordidas que o prato rendia.

Ravioli de Queijos Minas com Crocante de Bacon ao Molho de Aceto Balsâmico e Rapadura, Salsa Brava e Azeite de Couve: 5/5

ravioli

Essa explosão de cores era uma combinação lindíssima de bacon, doçura e queijo! A massa estava no ponto certo, o toque de bacon era super crocante e claramente maravilhoso, mas sua quantidade baixa permitia que ele se transformasse mais numa agradável surpresa do que num chato mestre de cerimônias. Para acompanhar, um adoçicado molho de rapadura e pitadas de vinagre balsâmico, puxando o conjunto para um adocicado que contrastava muitíssimo bem com o recheio mais salgadinho de queijo minas; e o azeite de couve, também interessantíssimo. Um primor de prato que pede bis!

Sobremesas:

Semifreddo de Paçoca com Calda de Chocolate Meio Amargo: 4/5

semifreddo

Simples e eficaz! O semifreddo estava um pouco mole, parecendo mais um creme de paçoca do que um semifreddo em si (para quem não conhece, o semifreddo é uma sobremesa gelada como um sorvete e bastante consistente). O creme tinha sabor aguçado do amendoim e sua calda de chocolate meio industrializada não fazia jus ao conjunto, deixando apenas os pontuais crocantinhos para nos fazer sorrir!

Sopa de Morango com Emulsão de Chocolate Branco: 3/5

morango

Uma boa escolha para quem curte algo mais refrescante, mas que infelizmente não conseguia chegar lá. O prato era uma sopinha de morango agradável, que só de imaginar deixaria qualquer um de joelhos. O porém aqui era que tal sopinha não tinha aquele chute cítrico da fruta que tanto esperávamos, atrapalhando o possivel contraste com o chantilly mais adocicado que era devidamente batizado no chocolate branco. O resultado então era ótimo, mas com aquele toque de decepção, já que era uma sobremesa boa que poderia ser incrível!

Dicas:

Provar os pratos da Cantina Piacenza nos preços do Week (almoço e jantar, hein gente) não é pra todo dia. Então recomendamos sempre ir no Week! Outra opção econômica e de dar água na boca é o almoço clássico da casa, com pratos bem gostosos e preços excelentes. Mas, como sempre, ir no jantar deixa tudo mais romântico e divertido!

post and review by Eduardo Boaventura e Path Aun Tôrres

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s