Os melhores do Restaurant Week 2016 – 2ª edição

Olá ONDEcomers! Finalmente nossa lista de melhores do Week está no ar!

A segunda edição de 2016 rolou de 17/10 até 6/11, com mais de 40 restaurantes com preços fixos por um menu degustação (entrada, prato principal e sobremesa por R$39,90 +1 no almoço e R$51,90 +1 no jantar). Lembrando que esse ano o 1 real a mais foi doado à Associação Mineira de Reabilitação (AMR), que tem um trabalho lindão aqui em Minas.

Como o tema foi Cozinha de Sedução, vimos muitos ingredientes bastante confortáveis e caseiros, o que trouxe uma sensação gostosa, porém ainda assim sofisticada. Seguimos então com aqueles menus que captaram a essência do Week, que não economizaram nas ideias e em nossos sorrisos, oferecendo uma experiência digna de bis.

Sem mais delongas, confiram aqui quem brilhou nessa edição:

68 La Pizzeria

NOTA GERAL: 4.0/5

www.meiaoito.com.br | Rua Felipe dos Santos, 68 – Lourdes – Belo Horizonte – MG | Tel: 3291-7466

san-remo

De novo? Pois é. O 68 não era uma de nossas escolhas frequentes no Week, mas depois do menu arrebatador da primeira edição deste ano, tivemos que voltar correndo para ver o que trouxeram da segunda vez. A casa é uma simpatia, muito bem localizada próxima ao Minas I. Seu ambiente é amplo e ideal para todo tipo de grupo, desde casais até eventos de 10-15 pessoas. Nessa edição, nossa sugestão é o incrível Pão de Calabresa (um clássico da casa, servido com azeitonas pretas) para começar, seguido pela Lazagna Riale (lasanha de carne, mozzarela de búfala, molho branco e vermelho, gratinada em forno a lenha) e, para finalizar, o maravilhoso Semifreddo (chocolate branco com preto gelado e cremoso).

Confira nossa visita à casa durante o festival.

Alma Chef

NOTA GERAL: 4.0/5

www.almachef.com.br | Rua Curitiba, 2081 – Lourdes – Belo Horizonte – MG | Tel: (31) 2551-5950

goiabada-cambuci

O Alma tem uma história parecida com a do 68 no Week. A diferença é que conhecemos o Alma em um Week. Enfim, o primeiro menu que eles apresentaram era de cair o queixo, então acabamos voltando em toda edição para tentar achar aquela maravilha de novo. Esse ano eles conseguiram novamente ganhar nossos corações com esse menuzinho: comecem com a Salada BeGreen defumada com gastrique, amêndoas e lardo. Em seguida, escolham o Beef Angus ao Poivre com Batatas Dominó, um primor de carne com um primor de batatas – que poderiam vir em dobro – e por último, tentem negociar para sair de lá com um potão de sorvete de cambuci (sério). Se não conseguirem (uma pena), peçam o clássico Brulle de Doce de Leite para um sorriso instantâneo!

Confira nossa visita à casa durante o festival.

Olga Nur

NOTA GERAL: 4.0/5

www.olganur.com | Rua Curitiba, 2202 – Lourdes – Belo Horizonte – MG | Tel: (31) 3566-1851

beef

O Olga é um restaurante que foi amor à segunda vista. Quando da inauguração, provamos de vários pratos e, ainda que bom, a verdade era que o todo não impressionava. Era gostoso, claro, mas nada demais. Voltamos algumas vezes e tivemos a mesma impressão. Até que nos chamaram para o lançamento do novo cardápio e… nossa. Ficamos sem palavras. Era tudo tão bem feito, com tanta alma, que parecia outro restaurante. Tinha nuances espanholas, mexicanas, tailandesas, tudo tão bem equilibrado que estava de babar. Então, não foi muito diferente no Week. Os pratos eram deliciosos, seguindo a ideia da gastronomia de sedução, e tinham execução impecável. Nossa dica é a Salada baby laft com crocante de queijo e molho de avocado para começar (mas pode ser o Timbale de inhame, melaço de cana e lâminas de carne curada na casa também), o Beef de tira do parrileiro e batatas bravas (sim, a belezinha da foto) na sequência e o que seu coração aventureiro decidir de sobremesa. Outra dica da hora é ir também para provar o menu tradicional!😉

Confira nossa visita à casa durante o festival.

Duke’n’Duke

NOTA GERAL: 4.0/5

www.dukenduke.com.br | Rua Alagoas, 1470 – Savassi – Belo Horizonte – MG | Tel: (31) 3264-9857

sonny-rollins

Já falamos tanto do Duke em tantos anos, porém assumimos que ele nunca entrou nesse ranking. Isso porque ele sempre trouxe bons (alguns ótimos) burgers para o festival mas nunca trouxe entradas e sobremesas que estivessem à altura, o que acabava jogando sua nota – bastante – para baixo. Nessa edição… o que dizer? Era o Duke dos velhos tempos com boas entradas e sobremesas! Um hambúrguer maravilhoso (ainda bem que quase todos entram para o cardápio oficial), que era o Sonny (Rollins): Pão de Burger + Burger de Picanha 180g + Alface + Queijo prato + Cebola Roxa crua + Bacon Artesanal + Pickles da casa, batatinhas super corretas, e surpresas muito boas no começo e no final, como os Mini Nachos – Tortilhas de milho cortadas pequenas com dois ramequinhos de molho e POR FAVOR o Cry Baby – Creme doce com biscoito coberto de chocolate e morango, amor no potinho. 🙂

Confira nossa visita à casa durante o festival.

post & review by Eduardo Boaventura e Path Aun Tôrres

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s